PJ detém três suspeitos de sequestrar e matar comerciante em Loulé

Duas mulheres e um homem suspeitos de ter sequestrado e matado em abril um comerciante de 58 anos em Loulé, Algarve, foram detidos em Faro, informou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Os detidos, de 29, 35 e 40 anos, são suspeitos da “prática de crimes de sequestro e homicídio de um comerciante de 58 anos, ocorrido no dia 29 de abril no sítio da Varjota, concelho de Loulé”, lê-se no comunicado da polícia.

Segundo a PJ, a causa dos crimes de sequestro e homicídio foi um roubo, com duas mulheres a servirem de “isco, para o que se terão deslocado à residência e estabelecimento da vítima com o pretexto de prática de relações sexuais”.

Após o contacto com a vítima, o trio terá atacado e neutralizado o comerciante.

“A vítima não resistiu à violência e à impossibilidade de respirar decorrente da mordaça e veio a falecer asfixiada”, relata a PJ.

A polícia acrescenta que os detidos roubaram à vítima um cofre com cerca de 6500 euros, cartões de crédito e uma viatura ligeira, com a qual fugiram do local, para depois abandonarem na área de Quarteira.

Os detidos foram presentes a um primeiro interrogatório judicial, tendo dois deles ficado em prisão preventiva e um terceiro obrigado a uma apresentação periódica e proibição de se ausentar do país.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico ***

Lusa/JA

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste