ALGARVE

PJ identifica grupo suspeito de roubo, sequestro e incêndio em Olhão

olhao
Olhão

Um grupo suspeito dos crimes de roubo com arma, sequestro e incêndio, ocorridos no início deste mês, em Olhão, foi identificado e foram detidas duas pessoas, mas a investigação prossegue, anunciou a Polícia Judiciária (PJ). 

No âmbito do combate à criminalidade violenta, a PJ vai continuar a investigação sobre este grupo suspeito de crimes em Olhão, “com vista à identificação e localização dos restantes suspeitos, bem como estabelecer a eventual relação dos mesmos com outros crimes semelhantes, recentemente praticados na zona de Loulé”. 

O grupo identificado pela PJ, na sequência da investigação policial, tutelada pela 2.ª Secção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Faro, é suspeito da prática dos crimes de roubo com arma, sequestro e incêndio, ocorridos no concelho de Olhão, no início do mês de fevereiro. 

“A forte indiciação permitiu às Autoridade Judiciárias competentes sustentar a emissão de mandados de detenção a dois suspeitos, com idades compreendidas de 25 e 35 anos”, revelou esta organização policial responsável pela investigação criminal em Portugal. 

Em comunicado, a PJ adiantou que a operação policial foi desenvolvida ao início da manhã de quinta-feira e resultou na localização e detenção dos arguidos, no concelho de Loulé

Os dois detidos vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação, informou a polícia. 

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste