POLÍTICA ÚLTIMAS

Polícia Marítima patrulha 120 quilómetros de costa entre Alvor e Odeceixe

.

Os 15 elementos da Polícia Marítima de Lagos patrulham cerca de 120 quilómetros de costa, entre a ria de Alvor e Odeceixe.

Perante esta situação, o PCP perguntou ao Governo, na semana passada, quando é que irá proceder a um reforço dos meios humanos da Polícia Marítima de Lagos e quantos elementos adicionais serão colocados.

Esta questão foi colocada depois de uma delegação do PCP ter visitado recentemente a Capitania do Porto de Lagos, tendo-se inteirado da carência de recursos humanos.

“A Polícia Marítima de Lagos dispõe de apenas 15 elementos, um número manifestamente insuficiente tendo em conta as competências desta força policial (policiamento, fiscalização, vigilância, investigação, etc.) e a dimensão da sua área da intervenção (cerca de 120 quilómetros de costa, entre a ria de Alvor e Odeceixe)”, denuncia o deputado Paulo Sá, frisando que, “nos meses de verão, os efetivos não são reforçados, agravando a situação de carência de recursos humanos”.

De acordo com informação recolhida pela delegação do PCP, a Polícia Marítima de Lagos necessitaria de “um efetivo de, pelo menos, 25 elementos”.

Além disso, a Capitania do Porto de Lagos dispõe de apenas dois funcionários civis, apesar de o quadro de pessoal prever três elementos. “Tal circunstância traduz-se numa pressão acrescida sobre os funcionários que se encontram ao serviço e condiciona a capacidade de resposta da capitania”, referem os comunistas.

NC|JA

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: