Portimão pode vir a receber cruzeiros até 334 metros

.
.

Tal como o JA adiantou na edição anterior (“Estudo deve apontar viabilidade dos cruzeiros em Portimão”), a Administração do Portos de Sines e do Algarve (APS) acaba de aprovar o lançamento de uma consulta para a realização de “um estudo de mercado sobre a movimentação de navios de cruzeiro e avaliação da viabilidade económico-financeira dos investimentos a realizar no porto de Portimão”.

“Este trabalho terá por base a avaliação operacional já realizada sobre a acessibilidade marítima e manobra dos navios em simulador em tempo real do terminal de cruzeiros de Portimão, que aponta para três cenários de desenvolvimento, que agora serão estudados do ponto de vista económico e financeiro”, adianta a APS em comunicado, revelando que os três cenários contemplam o desenvolvimento do porto para receção e operação de navios cruzeiros de 250, 272 ou 334 metros de comprimento.

Para cada um dos cenários anteriores, o estudo de viabilidade económico-financeira do investimento deverá considerar as projeções de movimentação de navios e de passageiros, e a projeção de receitas associadas, explicam os responsáveis.

“Aspetos como as perspetivas de negócio dos principais operadores de cruzeiros turísticos, a composição atual e a evolução prevista da frota de cruzeiros, a oferta turística da região, a caracterização da posição competitiva do porto de Portimão e as suas potencialidades de evolução, entre outras relevantes, serão levados em linha de conta para que o estudo seja o mais realista possível e permita sustentar futuras opções de investimento”, sublinha a APS.

NC/JA

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste