ALGARVE

Portimão vai monitorizar lugares de cargas e descargas

Portimão vai monitorizar lugares de cargas e descargas
A Portipark, empresa de gestão do estacionamento no concelho, deu início ao projeto que permite monitorizar, em tempo real, os lugares de estacionamento destinados à paragem de veículos automóveis para a realização operações de cargas e descargas, anunciou a empresa.

O projeto-piloto, que será alargado a todo o município, integra 25 lugares e já foi implementado nas ruas Pé da Cruz, Direita e Hortinha, por serem estas as zonas que acusam maior pressão de estacionamento reservado a cargas e descargas. O sistema “on-street” baseia-se numa rede de sensores magnéticos que detetam se cada lugar de estacionamento está livre ou ocupado, sendo a mudança de estado comunicada em tempo-real para um sistema de gestão online.

Esta é uma solução de smartcities (cidades inteligentes) para a gestão do estacionamento, que comporta um sistema integrado de sensores para deteção de veículos estacionados, informação aos condutores e ao gestor da mobilidade e disponibiliza um interface para gestão de backoffice e uma aplicação móvel. O modo de funcionamento é configurável permitindo definir o tempo máximo de estacionamento permitido, neste caso 30 minutos, findos os quais é emitido um aviso para o backoffice e para os agentes de fiscalização de estacionamento, que serve como meio de prova ao levantamento do correspondente “Auto de Notícia” por paragem indevida.

Numa primeira fase, a supervisão do estacionamento da área piloto será efetuada através de uma aplicação instalada nos equipamentos dos agentes de fiscalização da Portipark, sendo que posteriormente poderão vir a ser implementados outros sistemas.

A Portipark é uma marca da Empresa Municipal de Águas e Resíduos de Portimão (EMARP), com competências na gestão do estacionamento em estrutura subterrânea, em silo e à superfície, cabendo-lhe a fiscalização do cumprimento das disposições do Código da Estrada e da legislação complementar relativas ao estacionamento público urbano no concelho, assim como a instrução e decisão de procedimentos contraordenacionais rodoviários, por infrações leves relativas a estacionamento proibido, indevido ou abusivo nos parques ou zonas de estacionamento, vias e demais espaços públicos, dentro e fora das localidades, desde que estejam sob jurisdição municipal, incluindo a aplicação de coimas e custas.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste