Portimonense de 43 anos faz história nos Mundiais de atletismo

O atleta algarvio João Vieira tornou-se no medalhado mais velho da história dos Mundiais de atletismo. Aos 43 anos, o marchador já participou em cinco Jogos Olímpicos e onze Mundiais, mas sente que ainda tem muito para dar…

O próprio atleta não queria acreditar. João Vieira cortou a meta quatro horas, nove minutos e mais alguns segundos a marchar, com uma temperatura de 30 graus, tendo apenas sido batido pelo japonês Yusuke Suzuki.

O atleta algarvio chegou assim à medalha de prata nos 50 km marcha nos Campeonatos do Mundo de atletismo, que terminam no próximo dia 6 de outubro, em Doha. Desta forma, o atleta natural de Portimão, de 43 anos, torna-se no atleta mais velho a ganhar uma medalha em Mundiais de atletismo.

Nascido em 1976, João Vieira já cumpriu cinco participações olímpicas (Sydney, Atenas, Pequim, Londres e Rio de Janeiro). Começou muito novo a correr em provas populares, juntamente com o seu irmão, o marchador Sérgio Vieira, registando ambos uma rápida evolução na modalidade.

O seu ponto alto na carreira até agora tinham sido as duas medalhas de bronze e prata, respetivamente, conquistadas nos Campeonatos Europeus de 2006 e 2010, assim como o quarto lugar no último Campeonato do Mundo, em Moscovo, 2014, naquela que foi a melhor classificação de sempre na marcha atlética masculina portuguesa num Mundial…

Leia a notícia completa na edição em papel.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste