DESPORTO FUTEBOL

Portimonense empata em casa a zero golos com o Rio Ave

Portimonense

Portimonense e Rio Ave anularam-se hoje ao empatarem a zero, em Portimão, no jogo da 30.ª jornada da I Liga, desfecho que reflete a fraca qualidade do futebol apresentado por ambas as equipas.

Com este resultado, os algarvios somaram o segundo empate consecutivo e mantiveram o 10.º lugar, com 34 pontos, enquanto os vila-condenses que não vencem há oito jornadas, ocupam a 15.ª posição, com 31 pontos.

No Municipal de Portimão, os dois conjuntos na luta pelos pontos e pela manutenção no escalão principal do futebol português, dividiram o domínio do jogo e as oportunidades de golo, num jogo muito tático e de fraco recorte técnico.

A formação comandada por Miguel Cardoso entrou melhor no jogo, assumindo o controlo do jogo, mas sem conseguir encontrar as soluções que lhe permitissem abrir espaços na defesa algarvia.

O Portimonense foi resistindo ao jogo ofensivo dos vila-condenses e, a partir dos 20 minutos, conseguiu equilibrar o jogo, passando a dividir a bola a meio-campo com o adversário.

Aos 25 minutos, a turma de Paulo Sérgio teve a primeira ocasião de golo do jogo, quando Dener com um passe longo isolou Fabrício, com o avançado algarvio a rematar de primeira fazendo a bola passar a escassos centímetros da baliza do Rio Ave.

Até ao intervalo, os vila-condenses tiveram também a oportunidade para abrirem o marcador, lance em que Guga (33), ganhou o espaço na área, mas acabou por rematar ao lado da baliza defendida por Samuel.

Na segunda parte, as duas equipas imprimiram maior velocidade ao jogo, o que lhes permitiu aproximarem-se com maior frequência de ambas as balizas, com algumas ocasiões de golo negadas pelos guarda-redes.

Kieszek, aos 70 minutos, negou o golo a Aylton Boa Morte, defendendo o remate do avançado algarvio perto da linha de golo.

No lado dos algarvios, Samuel esteve igualmente em evidência, ao travar o remate a Guga (84), jogador que mais se evidenciou na construção de jogo dos vila-condenses.

Aos 79 minutos, os algarvios reclamaram a marcação de uma grande penalidade, por um alegado empurrão na área ao avançado Beto.

Jogo realizado no Estádio Municipal de Portimão.

Portimonense – Rio Ave: 0-0.

Equipas:

– Portimonense: Samuel, Anzai, Maurício, Lucas Possignolo, Moufi, Dener, Pedro Sá, Poha (Anderson, 63), Aylton Boa Morte, Fabrício (Ewerton, 85) e Beto (Bruno Moreira, 85).

(Suplentes: Ricardo, Ewerton, Anderson, Henrique, Bruno Moreira, Lucas Tagliapietra, Salmani, Casagrande e Lee).

Treinador: Paulo Sérgio.

– Rio Ave: Kieszek, Costinha, Borevkovic, Aderllan Santos, Pedro Amaral, Filipe Augusto, Fábio Coentrão (Carlos Mané, 85), Guga, Francisco Geraldes, Gelson Dala e Brandão (Camacho, 68).

(Suplentes: Léo Vieira, Nelson Monte, Tarantini, Pelé, Ronan, Carlos Mané, Sávio, Camacho e Gabriel Sousa).

Treinador: Miguel Cardoso.

Árbitro: João Pinheiro (AF Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Dener (89) e Ewerton (90+2).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste