CIÊNCIA

Portugueses são dos menos interessados nas novidades científicas e tecnológicas

Os portugueses são dos europeus menos interessados na área da ciência e tecnologia, com mais de um terço a manifestarem total desinteresse nas novas descobertas científicas e desenvolvimentos tecnológicos, revela um inquérito divulgado hoje em Bruxelas.

De acordo com os resultados do eurobarómetro sobre a atitude dos europeus relativamente à ciência e tecnologia, 35 por cento dos portugueses dizem não se interessar de todo por descobertas científicas e progresso tecnológico, o quarto valor mais elevado entre os 27, atrás da Roménia, Lituânia (ambas com 37 por cento) e Bulgária (36 por cento).

Apenas 14 por cento dos portugueses se dizem “muito interessados” nas novidades científicas e tecnológicas, o terceiro valor mais baixo da UE (atrás da Bulgária e da Lituânia), e muito aquém da média comunitária de 30 por cento.

Os portugueses são também dos europeus que se consideram menos informados sobre as novidades relativamente à ciência e tecnologia, com somente 3 por cento a dizerem-se “muito informados” (o valor mais baixo entre os 27), 38 por cento “moderadamente informados” e 57 por cento “mal informados”, o terceiro valor mais elevado entre os 27 (atrás da Bulgária e da Roménia).

O inquérito foi conduzido em Portugal pela TNS Euroteste entre 30 de janeiro e 16 de fevereiro passado, junto de 1027 pessoas.

ACC.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

JA/Lusa

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Assine já com 10% de desconto. Cupão: CPNOVO Ignorar

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: