Tribunal de Faro
ALGARVE

Prisão preventiva para alegado chefe de associação de tráfico de droga

O Tribunal de Faro decretou prisão preventiva ao homem suspeito de ser o chefe de uma associação criminosa dedicada ao tráfico de droga entre Marrocos e a Europa, por via marítima, informou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

O homem, de 54 anos, suspeito de ter organizado um descarregamento de droga no porto de Quarteira, foi entregue na quarta-feira pelas autoridades espanholas à Polícia Judiciária, para ser detido no âmbito de um mandado de detenção europeu.

“A constante troca de informação e a estreita colaboração com a Guardia Civil de Espanha permitiu a localização do arguido e o cumprimento do mandado, em território espanhol, no passado dia 08 de março de 2021”, lê-se num comunicado da PJ.

Segundo a PJ, o inquérito “conta com outros arguidos sujeitos a prisão preventiva”, na sequência de “uma complexa investigação, com mais de um ano”, em que “foi possível reunir sólidos elementos probatórios” para a emissão de mandados de detenção europeus.

De acordo com o Ministério Público, “o suspeito terá organizado o descarregamento de mais de três toneladas de haxixe” em setembro do ano passado, no porto de pesca de Quarteira, encontrando-se em fuga desde essa altura.

A associação criminosa alegadamente liderada pelo detido dedicava-se ao tráfico de droga entre Marrocos e a Europa, com passagem por Portugal.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste