ALGARVE

Prisão preventiva para detidos no Algarve por tráfico de droga

O tribunal decretou a prisão preventiva para os quatro homens detidos esta semana pela Polícia Judiciária (PJ), no Algarve, suspeitos de pertencerem a uma rede internacional de tráfico de estupefacientes, anunciou hoje a Procuradoria de Faro.

De acordo com a informação avançada pela Procuradoria da República de Faro na sua página na internet, “há suspeitas de os detidos integrarem uma organização internacional que se dedica à intermediação e transporte por via marítima de cocaína e canábis proveniente da América do Sul e de Marrocos”.

Os quatro homens de diversas nacionalidades, com idades entre os 28 e os 63 anos, foram detidos na terça e quarta-feira, no âmbito da operação “Terra firme”, desencadeada pela Diretoria do Sul da PJ, para combate ao tráfico internacional de estupefacientes.

Durante a operação foram apreendidos 50 fardos de cocaína, com um peso aproximado de 1.100 quilogramas, um veleiro, uma viatura e outros objetos e valores, alegadamente relacionados com o crime, indicou a PJ na quarta-feira em comunicado.

Segundo a polícia, “a diversidade e a multinacionalidade da composição do grupo, o elevado nível de sofisticação da sua atuação, a natureza e a quantidade do produto estupefaciente apreendido indiciam fortemente tratar-se de atividade criminosa altamente organizada e de âmbito transnacional”.

De acordo com a Procuradoria, existem suspeitas de os detidos terem transportado os fardos de cocaína num veleiro até a um ponto próximo da costa algarvia, terem feito o transbordo para uma embarcação menor e, na segunda-feira, terem-na descarregado e guardado num local situado no Algarve.

Apresentados pelo Ministério Público (MP) a primeiro interrogatório judicial, foi-lhes aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Tamanho da Fonte
Contraste
Bloggers %d como este: