Prisão preventiva para suspeita de agredir mãe adotiva em Portimão

a mulher, com 53 anos, está indiciada “pela prática reiterada de crimes de violência doméstica contra a sua mãe adotiva, pessoa débil e de avançada idade”.

Uma mulher, detida na passada quinta-feira em Portimão, por alegados crimes de violência doméstica e de extorsão contra a sua mãe adotiva, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, anunciou hoje a Polícia de Segurança Pública (PSP).

Em comunicado, o Comando Distrital da PSP de Faro indicou que a mulher, com 53 anos, está indiciada “pela prática reiterada de crimes de violência doméstica contra a sua mãe adotiva, pessoa débil e de avançada idade”.

Segundo a polícia, “estes episódios eram motivados pela coação que vinha a ser exercida contra a idosa, para a obrigar a entregar-lhe o dinheiro proveniente da sua reforma e, em caso de recusa, a suspeita ameaçava e agredia a vítima com gravidade”.

A mulher foi ouvida em primeiro interrogatório judicial tendo-lhe sido decretada a prisão preventiva como medida de coação enquanto aguarda a conclusão do inquérito.

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_imgspot_img

+ Populares

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -santos-populares-portimao

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste