ALGARVE ÚLTIMAS

Professores de luto no IEFP do barlavento algarvio

.

Formadores do (CFPB) Centro de Formação Profissional do Barlavento do IEFP vestem de luto desde segunda-feira e até ao próximo dia 22 de junho para mostrar o seu descontentamento relativamente às condições precárias dos seus contratos.

Numa frase estampada em tshirts pretas, “Ser formador é extraordinário, mas não como precário!”, desafiam o PREVPAP (Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública) a abrir o mesmo número de vagas conforme os contratos estabelecidos.

Nas argumentações dos formadores, “todos os colocados viram o seu contrato ser renovado”, o que se depreende que o centro de formação precisa destes quadros para os seus cursos, o que aconteceu também no restante país.

Defendem ainda que o IEFP tem de abrir vagas para integrar os professores/formadores nos quadros ou, pelo menos, “contratar dignamente as pessoas através de um contrato como acontece nas escolas e acabar com os falsos recibos verdes”.

JA

Tamanho da Fonte
Contraste