ALGARVE

Programa 365 Algarve tem setembro repleto de dança, teatro, jazz e ‘street art’

Em setembro, o programa 365 Algarve junta as histórias da região, contadas, encenadas ou degustadas, à dança contemporânea, ao teatro, ao jazz e à ‘street art’, anunciou a organização.

A viagem no tempo ‘(A) Prender-me no Algarve’ regressa hoje na ‘Happy Van’ estacionada no Parque Municipal do Sítio das Fontes, em Estômbar, em Lagoa, com as histórias que construíram a identidade cultural do Algarve seguindo, depois, no dia 19, para o Centro Educativo do Cerro d’Ouro, em Albufeira.

No domingo, no Pavilhão Multiusos de Sagres, os atores André Canário e João de Brito e o músico Igor Martins dão corpo e som à peça de teatro ‘À Babuja’, exibida depois em 13 de setembro em Vila do Bispo e a 19 em Pechão, no concelho de Olhão.

‘Diz-me, António’, um espetáculo de dança contemporânea inspirada no universo de António Aleixo, apresenta-se a 11 de setembro no Auditório Carlos do Carmo, em Lagoa, a 17 de setembro em São Brás de Alportel e a 26 no Auditório Municipal de Vila do Bispo.

Para 12 de setembro, em Cacela Velha, Vila Real de Santo António, decorre a penúltima apresentação do Festival da Comida Esquecida, um piquenique de charme que pretende recriar alguns hábitos alimentares dos meados do século XX.

A iniciativa inclui um explicação da ementa pelo ‘chef’, assim como dos produtos locais e tradicionais que foram utilizados na confeção, sendo condimentada com uma atuação de acordeão durante o piquenique.

A dança regressa ao 365 Algarve em 18 de setembro, no Cine-Teatro Louletano, em Loulé, com a apresentação das peças ‘Entre Contenções’, de Eduardo Fukushima (Brasil) e ‘O Rei no Exílio – Remake’, de Francisco Camacho (Portugal), ambas integradas na 6.ª edição do Festival Encontros do DEVIR.

Setembro é também tempo de ‘Caminhadas com Arte’, uma proposta do programa cultural Lavrar o Mar, em colaboração com a Rota Vicentina, sendo que cada iniciativa terá um tema conduzido por um orador caminhante diferente, levando um grupo de 15 pessoas a mergulhar no universo e na paisagem do barlavento algarvio.

O jornalismo, o ativismo climático, a literatura, a apicultura, a fotografia, a arquitetura, a dança, a alimentação, a arte e a história são alguns dos temas destas conversas que acontecem em 20 de setembro, em Aljezur e em 27, em Monchique.

Entre 25 a 27 de setembro, a 4.ª edição do Algarve Jazz Gourmet Moments Festival volta a combinar a música jazz com a excelência da gastronomia ‘gourmet’, dos vinhos e dos produtos do Algarve.

Nesta edição, o Festival expande-se para fora das fronteiras da cidade de Lagos (Centro Cultural), e chega às cidades de Lagoa (Auditório Municipal) e Loulé (Cine-Teatro Louletano).

No dia 26, o VENTANIA – Festival de Artes Performativas do Algarve, apresenta no Jardim de Sagres, em Vila do Bispo, ‘Windy’, uma instalação de arte pública, com paisagem sonora, em que os algarvios Jorge Pereira e Carlos Norton são convidados a criar uma paisagem sonora, a partir da reutilização de pranchas de surf.

No dia seguinte, 27 de setembro, é a vez do Monte da Casteleja, em Lagos, acolher ‘VENTANIA Music & Food Experience’, uma experiência performativa e gastronómica que funde os sabores antigos, preservados de forma sustentada, com as sonoridades primordiais das madeiras.

No sábado, dia 26, há ainda duas atividades: no Mercado Municipal de Sagre, é tempo de ‘Tome e Embrulhe’, uma distribuição em grande escala de sacos de papel pelo comércio tradicional e, em Vila do Bispo, o auditório da Fortaleza de Sagres, acolhe ‘O Grande Embrulho’, um espetáculo que reúne dança, música e manipulação de objetos em torno de um saco de papel.

No mesmo dia, decorre também o ‘Street Art Lab’, na antiga cadeia de Lagos, iniciativa em que o participante é guiado por obras de artistas do panorama contemporâneo da arte urbana e convidado a participar em atividades de experimentação e criação, orientadas por um artista convidado.

O 365 Algarve é um programa cultural destinado a complementar a oferta turística do Algarve, decorrendo, habitualmente, entre outubro e maio.

Devido à pandemia de covid-19 e ao cancelamento de parte das iniciativas agendadas, a edição deste ano decorre, excecionalmente, até novembro de 2020.

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: