PSD/Algarve diz que apoios para combater a seca ainda não chegaram

Os deputados destacam ainda que existem 937 regantes impedidos de usar o sistema hidroagrícola de Alvor

Os deputados do PSD eleitos pelo Algarve alertaram esta segunda-feira, dia 9 de maio, para os apoios prometidos pelo Governo aos agricultores para enfrentar os efeitos da seca que ainda não chegaram ao terreno, anunciou o partido.

“Como se não bastasse o prolongamento da seca, para a qual o Governo não apresentou medidas inovadoras, as anunciadas não foram executadas. Não há nenhum apoio no terreno. As medidas para criação e reforço de linhas de crédito, e até a possibilidade de adiantamento do pagamento das ajudas devido à seca, para abril e maio, surgem como propaganda, quando a orçamentação real dos apoios é de 3 milhões de euros, um valor irrisório face às necessidades identificadas”, refere o deputado do PSD, Rui Cristina, em comunicado.

Segundo o partido, Portugal tem 81,9% do território em seca moderada e 17,9% em seca severa, de acordo com os dados do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, que revelam ainda que a barragem da Bravura regista 14,9% da sua capacidade.

Os deputados destacam ainda que existem 937 regantes impedidos de usar o sistema hidroagrícola de Alvor.

Os parlamentares Luís Gomes, Rui Cristina e Ofélia Ramos exigem assim à ministra da Agricultura a antecipação para este ano das obras de minimização das perdas de água, previstas para 2023.

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

+ Populares

- Publicidade -castro-marim-santos
- Publicidade-spot_img

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste