PSD defende investimentos que potenciem a economia do mar

.

O PSD/Algarve defende que o governo deve realizar investimentos que possam potenciar as áreas de negócio ligadas ao mar como forma de aliviar a crise económica em Portugal, com especial incidência no Algarve.

Sem descurar a salvaguarda ambiental, aquela estrutura defende ainda que deve ser feita uma profunda reformulação dos complexos mecanismos de licenciamento que estão associados aos investimentos no mar potenciando assim uma maior atracão de negócios para a costa e o mar do Algarve.

Para o PSD/Algarve, a necessidade de repensar os modelos de investimento centram-se em áreas tão díspares como as pescas, a aquicultura e os negócios de turismo no mar e na costa e podem ser consubstanciados em exemplos como a necessidade de investimentos no porto de cruzeiros de Portimão com vista a aumentar a sua capacidade de recepção de navios.

Estas são algumas das principais conclusões da conferência sobre economia do mar que os sociais democratas algarvios organizaram na última semana em Lagos.
“Hoje, como nunca num passado recente, Portugal faz ouvir a sua voz e é ouvido pelos parceiros europeus no que respeita à definição de politicas comunitárias para o Mar”, garantiu o secretário de Estado do Mar, Manuel Pinto de Abreu, um dos convidados do encontro.

O governante afirmou, ainda, que “existe um grande esforço de concertação e auscultação dos parceiros económicos e socais com vista a criar politicas que vão de encontro à necessidade de resolução dos problemas das pessoas tendo sempre em vista que as politicas para o mar devem ser concretizadas de forma global e não sectorialmente”.

A iniciativa contou, ainda, com pertinentes intervenções do deputado Cristóvão Norte que, na Assembleia da República, é membro da Comissão de Agricultura e Mar e que em Lagos abordou as potencialidades da economia do mar na região.

José Inácio, presidente da Câmara Municipal de Lagoa, fez uma resenha da problemática associada à requalificação das frentes ribeirinhas, enquanto João Lopes, da Federação de Associações de Pesca do Sul, elencou os principais problemas com que o sector se debate. Fernando Santos, produtor da série Cruzeiros da Sic Noticias e director do Infocruzeiros, levou até Lagos uma intervenção onde demonstrou todo o potencial que o Algarve e o País têm no negócio dos cruzeiros.

“Devemos andar de mãos dadas com o mar e com quem nele quer investir potenciando o desenvolvimento da nossa região, criando postos de trabalho e contribuindo para a economia regional”, defendeu o pesidente do PSD/Agarve, Luís Gomes. No mesmo sentido, o dirigente social democrata frisou que “temos de saber atrair o bom investimento e para tal o estado tem de saber criar mecanismo que acolhem da melhor forma esses investidores.”

Advertisements

pub

 

Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste