ECONOMIA

PSD quer que carros elétricos paguem menos portagens na A22

Os 16 municípios da região querem incentivar a população e os residentes a adquirirem carros mais ecológicos
PUB

Os deputados do PSD eleitos pelo Algarve apresentaram quatro propostas de alteração ao orçamento do Estado para 2021, entre as quais a redução de portagens na A22, de 50% para veículos a combustíveis fósseis e 75% para veículos elétricos, anunciaram hoje aqueles deputados.

No entender de Cristóvão Norte, Rui Cristina e Ofélia Ramos, “a região depara-se com a mais aguda crise que jamais enfrentou, bem maior do que no resto do país, e embora o Governo se tenha comprometido com um programa específico para a região, esse instrumento não está inscrito no orçamento, nem o Governo voltou a falar dele sempre que questionado”.

“O Governo está a tentar apagar o fogo com um borrifador e, enquanto isso, todos testemunhamos o desespero de empresários e trabalhadores, os quais repousam a sua última esperança na intervenção pública que se lhes nega, ou atrasa. No Algarve, o problema é muito pior, basta ver o número de falências e desemprego. O Governo esquece-se do que prometeu e desilude o Presidente da República que afirmou que um programa específico para o Algarve era um desígnio nacional”, dizem os parlamentares algarvios.

Os deputados avançam assim com uma proposta de redução de portagens na A22 de 50 %- 75% para veículos elétricos -, a concretização do hospital central do Algarve, o aumento imediato de fundos comunitários a que o Algarve não tem acesso por se tratar de região de transição ou, em alternativa, a sua substituição por verbas do orçamento de modo a combater a crise e promover o emprego; e a negociação, em Bruxelas, de um fundo específico para o turismo no quadro comunitário que se inicia em 2021.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
Bloggers %d como este: