ALGARVE ÚLTIMAS

Refeitório Social da Caritas em Faro abriu esta semana

Caritas registou 1357 atendimentos em 2010
A abertura do refeitório social vem reforçar o leque de serviços que a Caritas Diocesana do Algarve fornece no concelho de Faro. A curto-médio prazo, os responsáveis pretendem construir uma sede da Caritas que albergue todos os serviços para fazer face a um número de pedidos de ajuda crescente

A Caritas Diocesana do Algarve (CDA) abriu esta terça-feira um refeitório social em Faro. Localizado na sede da instituição, na rua Brites de Almeida, o refeitório tem capacidade para atender 40 pessoas.
Em entrevista ao JA, o presidente da CDA, Carlos Oliveira explicou que as refeições vão ser entregues às terças e quartas-feiras entre as 19h00 e as 20h30 num sistema de take away. “As pessoas veem buscar as refeições e levam para casa ou para o sítio onde pernoitam ou residem. Isto devido ao espaço que temos disponível ser limitado. Torna-se mais fácil para nós e também para as pessoas”, explicou.
Os dias da distribuição não surgem por acaso. “Tivemos a preocupação de dialogar com o Centro de Apoio a Sem-Abrigo (CASA) e sabemos que eles entregam refeições às segundas e quintas-feiras. Desta forma, damos possibilidade às pessoas de se poderem alimentar durante a semana”, explicou.
Esta ajuda alimentar é dirigida a todos os cidadãos que estejam a enfrentar dificuldades. Carlos Oliveira diz que além dos sem abrigo, a situação estende-se atualmente a famílias que foram atingidas pela crise e pelo desemprego.
Para garantir as refeições foram celebrados vários protocolos com escolas do concelho que irão entregar as refeições que sobram e as restantes refeições serão confecionadas no refeitório do Centro Infantil da Caritas. O pão será doado pelo Pingo Doce da Penha.
Carlos Oliveira comentou ainda que em 2010 houve um “aumento significativo” de atendimentos nos serviços da Caritas do Algarve. Em 2009 os serviços registaram 562 atendimentos e em 2010 registaram 1357 atendimentos.
Para dar resposta aos pedidos de apoio, a Caritas continua a acolher donativos variados desde alimentos, roupas, fraldas, papas de bebé entre outros. “Todas as ajudas são úteis e necessárias. Quem quiser contribuir pode dirigir-se à Caritas na rua Brites de Almeida”, explicou.

Sede da Caritas é o próximo objetivo

A construção de um edifício sede da Caritas que albergue todos os serviços que a instituição disponibiliza à comunidade é um projeto que deverá ser concretizado a curto-médio prazo.
A Diocese do Algarve já definiu um terreno para a construção desta (…)

peça publicada na íntegra na edição papel do Jornal do Algarve de 10 de fevereiro de 2011

Sofia Cavaco Silva
Jornal do Algarve
PUB
Tamanho da Fonte
Contraste