Relatório alerta para “movimentos antissistema e negacionistas”

O documento fala ainda da "emergência de movimentos inorgânicos antissistema"

O Relatório Anual de Segurança Interna (RASI), aprovado esta semana, alerta para o surgimento de “movimentos inorgânicos antissistema” durante a pandemia da covid-19 com “paradigmas negacionistas e fomentando ações de desobediência civil”.

“Importa ainda destacar a emergência de movimentos inorgânicos antissistema, perfilhando paradigmas negacionistas e fomentando ações de desobediência civil, apesar de, estes últimos, em menor escala”, refere o documento referente a 2021.

O RASI adianta ainda que 2021 foi marcado pela covid-19 sob os regimes de calamidade, de contingência e de alerta e, sobretudo, de estado de emergência, que foi sucessivamente renovado, o que “obrigou a uma forte mobilização de recursos para assegurar a boa execução das medidas de combate” à pandemia.

Segundo o documento, essa mobilização exigiu uma “constante adaptação e capacidade de resposta em todo o território nacional, quer a nível de intervenção quer na própria articulação” das forças e serviços de segurança.

“Assinale-se o papel preponderante das Forças de Segurança e das Forças Armadas no planeamento e operacionalização das medidas visando a prevenção, a contenção e mitigação da transmissão da covid-19”, sublinha o relatório, que destaca também a intervenção dessas forças na execução do plano de vacinação contra a covid-19.

O RASI foi esta quarta-feira aprovado no Conselho Superior de Segurança Interna, presidido pelo primeiro-ministro. ​

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_imgspot_img

+ Populares

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -santos-populares-portimao

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste