Restaurantes: Algarve é a região do país com mais estrelas Michelin

Dieter Koschina (Vila Joya) tem estrelas Michelin há 26 anos consecutivos, um record em Portugal
Dieter Koschina (Vila Joya) tem estrelas Michelin há 26 anos consecutivos, um recorde em Portugal

O Algarve continua a ser a região portuguesa com maior número de estrelas e restaurantes no Guia Michelin, ao manter dez estrelas e oito restaurantes no mais prestigiado guia gastronómico mundial. A revelação foi feita na gala de apresentação do Guia Michelin Espanha e Portugal 2019, que decorreu esta quarta-feira, pela primeira vez, em Lisboa.

A melhor parte da notícia é que o Algarve continua a ter dois restaurantes com duas estrelas (“uma cozinha excecional, vale a pena desviar-se”): o Ocean, no Vila Vita Parc, em Lagoa, do chef Hans Neuner, e o restaurante de Vila Joya, em Albufeira, do chef Dieter Koschina, que está representado há 26 anos consecutivos no Guia Michelin, um recorde em Portugal.

Recentemente, o chef austríaco Dieter Koschina revelou que o segredo dessa longevidade “está no próprio Algarve, um paraíso com sol e produtos do mar de elevada qualidade”.

Àqueles juntam-se ainda seis restaurantes que mantêm uma estrela Michelin (“uma cozinha de grande fineza, compensa parar”): o Bon Bon (Carvoeiro), o Willie’s (Vilamoura), o Vista (Portimão) e ainda o Henrique Leis, o São Gabriel e o Gusto (os três em Almancil).

“A gastronomia do Algarve é um património de excelência, com produtos de alta qualidade para os maiores chefs de cozinha do mundo, que os utilizam com toda a mestria para alcançarem o reconhecimento internacional, como o do Guia Michelin. Dou os parabéns a todos quantos voltaram a ser distinguidos, enaltecendo a nossa gastronomia”, declara o presidente da Região de Turismo do Algarve (RTA), João Fernandes, para quem as estrelas Michelin “despertam a curiosidade dos visitantes e exercem um forte poder de atração de turistas à região”, conclui.

O produto “Gastronomia & Vinho”s é estratégico para a RTA enquanto elemento de valorização da oferta do destino. A entidade regional de turismo tem vindo assim a desenvolver diversas ações para potenciar o produto na região, como o projeto “Algarve Cooking Vacations” que até 2020 quer criar programas de férias culinárias e enológicas para atrair as mais de um milhão de pessoas que viajam com a motivação de viver este tipo de experiências.

pub

 

 

 

pub

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste