Rui André candidata-se a segundo mandato na Câmara de Monchique

.
.

O presidente da Câmara Municipal de Monchique vai recandidatar-se ao cargo nas próximas eleições autárquicas do próximo mês de outubro. O autarca do PSD, a cumprir o primeiro mandato à frente da autarquia, apresentou a sua disponibilidade em se recandidatar à presidência, dando assim continuidade ao projeto iniciado com a vitória em 2009.

“O projeto de mudança que propus e que foi aprovado pela maioria dos monchiquenses, tendo em vista uma execução de 12 anos, está a pouco mais de seis meses de atingir 1/3 da sua execução. É pois com muito gosto que hoje, posso afirmar que estão a ser cumpridos os objetivos traçados”, realça Rui André, frisando que os últimos três anos foram “de muito trabalho e esforço para construir bases sólidas para um crescimento sustentado deste concelho, imprimindo, desde logo, uma estratégia clara e um rumo face ao futuro”.

O atual presidente da Câmara de Monchique, que destronou o socialista Carlos Tuta, promete continuar a dar passos para “reverter o processo de perda de população e de esperança na economia local”, pretendendo elevar o concelho de Monchique a “um patamar de desenvolvimento integrado, assente na modernidade e no desenvolvimento da sua economia local”.

Três anos a equilibrar as contas do município

“Estes foram três anos de um grande esforço no equilíbrio financeiro e reorganização dos serviços do município”, refere Rui André, aludindo à dívida que encontrou na Câmara de Monchique quando tomou posse em 2009. “Havia a obrigação de gerir de forma cuidada uma tesouraria que da forma que vinha sendo conduzida havia levado a uma dívida de cerca de 14 milhões de euros, sendo 3,6 milhões de euros em dívida contraída em 2009 a fornecedores”, afirmou o autarca, adiantando que, neste momento, a dívida à banca cifra-se nos 6,3 milhões de euros e a curto prazo é de cerca um milhão de euros.

Apesar da necessária contenção financeira, o presidente da Câmara de Monchique salienta que o município não ficou parado e avançou mesmo assim com vários projetos, num total de oito milhões de euros. “Quando outras autarquias cortaram em quase tudo, em Monchique reforçou-se o apoio em quase tudo, apesar das dificuldades sentidas”, sublinha Rui André.

Já em relação ao futuro, o autarca social-democrata promete continuar a desenvolver o trabalho realizado. “O próximo mandato será de consolidação desta dinâmica, de colher os frutos das sementes agora lançadas, mas será também de aposta no debelar de alguns problemas que temos vindo a constatar e que ganharam maior dimensão nos últimos tempos, com destaque para o combate ao desemprego”, aponta.

Segundo o presidente da Câmara de Monchique, “é necessário refuncionalizar a mão-de-obra existente, assim como o tecido produtivo local e potenciar a empresarialização em setores tão importantes como a floresta e a transformação dos seus variados produtos”.

“Com este investimento de proximidade, vamos gerar emprego, habitação, e criar dinamismo no comércio local, para além do urgente e necessário repovoamento dos centros urbanos”, remata.

JA
Advertisements
Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste