S. Brás: PSD acusa Vítor Guerreiro de “passividade” em relação ao CMR Sul

.

O PSD de S. Brás de Alportel acusou o edil socialista Vítor Guerreiro de “passividade” e de ter “dois pesos e duas medidas” em relação ao Centro de Medicina Física e Reabilitação do Sul (CMR Sul), protestando devido à situação daquela unidade durante o governo do PSD e remetendo-se ao silêncio quando o governo “é liderado pelo seu PS”.

“Até setembro do ano passado (véspera de eleições legislativas), o senhor presidente Vítor Guerreiro fez diversos artigos, moções, reuniões, tudo o que era possível e imaginário para criticar o governo de então, pelo facto de este não ser capaz de encontrar uma solução para o Centro de Medicina Física e Reabilitação do Sul, chegando até, a denegrir o trabalho lá realizado”, recordam os sociais democratas em comunicado enviado às redações.

Porém, agora, depois de interpelado por um deputado municipal do PSD acerca dos problemas que afetam o CMR Sul, Vítor Guerreiro “respondeu que havia sido enviada uma carta ao ministro da Saúde, ao que à altura se encontrava sem resposta, reagindo aparentemente conformado com esta situação”, consideram os sociais democratas de S. Brás de Alportel.

“Com a entrada em funções do atual e moralmente reprovável governo nunca mais se ouviu uma palavra do edil são-brasense acerca do Centro de Medicina de Reabilitação do Sul. Coincidência!?”, questiona o PSD.

Os sociais democratas explicam que o CMR Sul continua a debater-se com “constrangimentos graves”, os quais “não permitem o seu funcionamento em pleno” e que “nunca existiram enquanto o CMR Sul foi dirigido em parceria público-privada”.

O PSD fala de falta de enfermeiros (na totalidade faltam 14) e de técnicos “para que, por exemplo, se possam ocupar todas as camas de internamento, resultando que não possa fazer face aos pedidos de admissão de pacientes para regime interno, fazendo com que muitos desistam da candidatura”.

- Publicidade -

E recordam que foi, inclusive, aberto um concurso para a contratação de um médico fisiatra e ninguém concorreu, uma situação “inédita há algum tempo atrás”, garantem.

“Agora, que o governo socialista acaba de nomear um novo administrador para o Centro Hospitalar do Algarve, o Dr. Joaquim Ramalho, que por acaso era membro da equipa do projeto responsável por iniciar o processo para o lançamento de uma nova parceria (que nunca chegou a acontecer), exigimos ao senhor presidente Vítor Guerreiro que assuma as suas responsabilidades e cumpra aquela que é a sua principal prioridade: defender o nosso concelho”, exigem os sociais democratas.

.

.

.

.

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_img

+ Populares

- Publicidade -festa-da-espiga

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste