PAÍS

Saramago em câmara ardente

O corpo de José Saramago está em câmara ardente nos Paços do Concelho de Lisboa.

O ex-Presidente da República Mário Soares disse hoje que a melhor homenagem a José Saramago é “a que o povo português está a prestar-lhe” e recusou-se a responder a perguntas sobre a ausência de Cavaco Silva das cerimónias fúnebres.

Mário Soares voltou a referir que Saramago tem todo o direito de ir para o Panteão Nacional, mas acrescentou que se o escritor disse que queria ser cremado “tem de se respeitar a vontade dele”.

O ator e encenador Rui Mendes disse que “José Saramago nunca foi um homem ambicioso, as coisas aconteceram-lhe sem ele andasse à procura de uma estátua”.

À beira das lágrimas, o ator sublinhou “a coerência e as convicções muito fortes” de Saramago: “Homens como ele são cada vez mais necessários neste país, nesta fase em que as coisas não estão nada fáceis”.

Rui Mendes esteve hoje ao fim da tarde na Câmara de Lisboa, onde o corpo de Saramago se encontra em câmara ardente, e afirmou à Lusa que, apesar de não terem sido grandes amigos, “ele era uma pessoa que respeitava muitíssimo porque deu um prestígio incalculável à língua e à cultura portuguesas”.

“Conheci-o nos anos 1970, quando ele era jornalista do Diário de Lisboa e conversávamos muito sobre a informação e o teatro sob a Censura”. Recorda o momento marcante em que deram um forte abraço, no Salão Nobre da Câmara, quando Saramago recebeu o Prémio Nobel da Literatura, em 1998.

O encenador lamenta nunca ter feito uma peça de Saramago mas recorda que o Grupo 4, de que foi fundador, teve em projeto uma peça a partir de uma ideia do escritor, que seria teatralizada por Costa Ferreira.

Da obra literária de Saramago, Rui Mendes salienta três livros: “Levantado do Chão”, “Memorial do Convento” e “O Ano da Morte de Ricardo Reis”.

José Saramago morreu aos 87 anos na sexta feira, às 12:30, na casa onde residia em Lanzarote, Espanha. O corpo foi transportado num avião da Força Aérea Portuguesa para Lisboa e está em câmara ardente nos Paços do Concelho.

O funeral sairá no domingo, às 12:00, para o cemitério do Alto de S. João, onde será feita a cremação.

CP.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Lusa/JA

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Assine já com 10% de desconto. Cupão: CPNOVO Ignorar

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: