ALGARVE

Silves debateu o problema da falta de água na agricultura

A Câmara Municipal de Silves promoveu um debate na semana passada acerca da problemática da escassez de água na agricultura, no auditório da FISSUL, anunciou a autarquia.

Durante esta iniciativa foram abordados diversos problemas como o estado atual do Sistema Aquífero Querença-Silves, a necessidade de implementar planos de rega eficientes e sustentáveis e a aplicação de medidas estruturantes no médio/longo prazo no âmbito do Plano Regional de Eficiência Hídrica do Algarve.

Este debate foi o resultado de várias reuniões promovidas pelo município com representantes de agricultores da zona do Benaciate, com a Direção Regional de Agricultura, a Agência Portuguesa do Ambiente e após uma exposição que foi apresentada à Águas do Algarve.

A preocupação apresentada à empresa Águas do Algarve manifestava “séria preocupação pela quebra brusca dos caudais e da pressão nas captações de água subterrânea, particularmente, na zona do Benaciate, colocando em perigo a viabilidade das explorações agrícolas, sobretudo, citrinos”, refere a autarquia em comunicado.

No entanto, estas diligências fizeram com que “os volumes de água extraídos pela empresa Águas do Algarve foram reduzidos aos mínimos autorizados pela Agência Portuguesa do Ambiente”.

Esta iniciativa decorreu em articulação com a Agência Portuguesa do Ambiente e a Direção Regional de Agricultura do Algarve, com a presença de agricultores, agentes e a Associação de Regantes de Silves, Lagoa e Portimão.

Tamanho da Fonte
Contraste
Bloggers %d como este: