ALGARVE COVID-19

Silves e VRSA iniciam desinfeção preventiva de espaços públicos

As Câmaras de Silves e de Vila Real de Santo António iniciaram trabalhos de lavagem e desinfeção preventiva nos espaços públicos dos respetivos concelhos, de forma a minimizar os riscos de contágio da covid-19, foi hoje anunciado.
Em comunicado, ambas as autarquias do distrito de Faro reforçam que a higienização irá incidir, também, em espaços públicos considerados prioritários, como acessos a supermercados, caixas multibanco e farmácias, ou zonas de grande afluência de pessoas, no âmbito do combate à pandemia da covid-19.
Segundo a Câmara de Silves, os trabalhos, que se iniciaram hoje, vão ser feitos “de forma faseada e gradual”, durante a noite, com duas viaturas e dois operacionais, que vão direcionar o seu trabalho para a higienização de “acessos a supermercados e farmácias, bancos públicos, parques infantis, multibancos e acesso a cemitérios”.
A mesma fonte garantiu que vai também contar com um “trator com barra de pulverização” para fazer a higienização de “locais de maior afluência e passagem de pessoas”, como o passeio vermelho da zona ribeirinha em Silves e a frente mar em Armação de Pera.
“A higienização será efetuada durante a noite, ao longo de vários dias, e os produtos utilizados são seguros para a circulação de pessoas e de animais de companhia”, assegurou a Câmara algarvia.
De acordo com a Câmara de Vila Real de Santo António, a limpeza e desinfeção preventiva das ruas, que se iniciou na segunda-feira, será efetuada duas vezes por semana.
As ações, sublinha, “não apresentam riscos para a circulação de pessoas e de animais de companhia, desde que respeitadas as distâncias de segurança e cumpridas as normas indicadas no local”.
Paralelamente, a autarquia acordou com a empresa responsável pela recolha de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) no concelho o aumento da frequência da lavagem dos contentores e zonas adjacentes, prossegue a nota.
Citada na nota, a presidente da Câmara de Vila Real de Santo António, Conceição Cabrita, assegura que a autarquia está a fazer “todos os esforços para prosseguir estas ações e adquirir os produtos necessários para a correta desinfeção dos espaços públicos”.
A autarquia alerta ainda para que todos os resíduos de pessoas infetadas, ou casos suspeitos, “sejam colocados em sacos de lixo resistentes, com enchimento até dois terços da sua capacidade”, que devem ser colocados dentro de um segundo saco, devidamente fechado, e depositados no contentor de lixo comum.
Os municípios de Castro Marim, Albufeira, Lagoa e Loulé também já tinham anunciado a implementação de ações de lavagem e desinfeção de espaços públicos para evitar a possibilidade de propagação do novo coronavírus.
Em Portugal, já há 30 mortes registadas, mais sete do que na véspera, e 2.362 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que regista mais 302 casos do que na segunda-feira.

Edição Semanal




PORTIMONENSE E-SPORTS APRESENTA EQUIPA DE F1 (VIDEO) E PROJETA NOVAS PLATAFORMAS NO CLUBE

Tamanho da Fonte
Contraste