SMS: O ovo de cuco

Como se sabe, o cuco por preguiça ou por falta de engenho quanto a fazer ninhos, apropria-se de ninho feito por outras aves para lá deixar o seu ovo a chocar. E assim nasce o cuco ao lado de passarada de outra espécie. O episódio serve para muito do que ocorre no Algarve, e para o Aeroporto de Faro é metáfora perfeita.

A propósito da descoberta de um “ovo” colocado nesse ninho e cujo cuco, mal começou a piar, aconselhou toda a passarada a fugir da confusão do Algarve e a rumar para a paz de Marselha (imaginem a paz que lá não há). E então o Governo pediu a retirada do anúncio, a RTA insurgiu-se, foi o escândalo da semana. Se fosse uma agência de viagens, ou uma companhia de aviação, ou mesmo um falso cuco a sugerir a quem queira chegar de avião a Faro que troque férias algarvias pelo alegado sossego em Marselha, ainda se admitia tal publicidade, embora de mau senso e péssimo gosto. Todos nos recordamos de como Guimarães se serviu do Algarve para se repovoar… Mas isso a partir de uma empresa que tem a concessão do Aeroporto de Faro até 2062 e que, com mais nove aeroportos no ninho ou no papo, lhe compete ser responsável pelo serviço público aeroportuário de apoio à aviação civil em Portugal com a missão e valores que apregoa, é mesmo de cuco que põe o ovo em ninho alheio.

O ovo da ANA ou da VINCI, em todo o caso, passaria despercebido até ficar chocado para dar cuco, se no anúncio do escândalo não constasse o Algarve. Ninguém daria por isso, como poucos deram pelo que acontece na página oficial do aeroporto. A página da empresa na rede social está repleta de anúncios do mesmo género. Vá a Estocolmo (evite Faro), rume a Copenhaga (para quê Olhão?), despache-se para Manchester (santo Deus, nem pense em Tavira!), perca-se e apaixone-se por Verona apresentada como a cidade do amor (pensava que era Albufeira?), se procura cultura, gastronomia e negócios, é Hamburgo que vale a pena (ponha Portimão de lado), além disso, Liverpool, a cidade dos Beatles, espera por si (não perca tempo em Lagos), e está a pensar num destino de férias com a família, aproveite os dois voos semanais diretos para Viena (qual Silves!), ou use o verão para conhecer Luxemburgo, descobrindo a natureza à volta deste pequeno país de luxo. Ah! Madrid é a opção perfeita para desanuviar depois dos exames (desanuviar, percebeu?).

É isto serviço público aeroportuário de apoio à aviação civil, por parte de uma companhia de terra? Não é. Se o Aeroporto de Faro, a empresa que o tutela e a sua direção, quisesse apoiar o viajante e o passageiro, obviamente que lhe facultaria toda informação possível sobre o Algarve e ensiná-lo-ia a distinguir os cucos. Nada disso. Para quem chega àquele ninho onde o cuco pôs o ovo, nem uma vírgula sobre o Algarve.

Flagrante inflexão: Sobre as listas, agora é tarde. Tarde e inútil. Há reflexão, e há inflexão.

Carlos Albino

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste