Submarino avalia qualidade da água do mar na costa algarvia (c/fotos)

O submarino autónomo vai medir as propriedades e a qualidade da água do mar
O submarino autónomo vai medir as propriedades e a qualidade da água do mar

A marinha portuguesa, através das lanchas de fiscalização rápidas em missão no Algarve, iniciou na semana passada uma ação de cooperação com a Universidade do Algarve, no âmbito do projeto Interreg – Ocaso (Observatório Costeiro Ambiental do Sud-Oeste).

Esta colaboração entre a marinha portuguesa e a Universidade do Algarve irá decorrer nos próximos 12 meses na costa algarvia

Esta colaboração irá decorrer nos próximos 12 meses na costa algarvia e o seu grande objetivo é “melhorar o conhecimento da circulação oceânica na região”.

O objetivo deste projeto é melhorar o conhecimento da circulação oceânica na região

Para isso, será utilizada uma metodologia inovadora recorrendo a “um veículo submarino autónomo para medir as propriedades e a qualidade da água do mar”, adianta a marinha.

O projeto vai contribuir para as atividades económicas na região, como a aquacultura, a pesca e o turismo

De acordo com os investigadores que lideram o projeto Ocaso, quando concluído, este contribuirá para as atividades económicas na região, como a aquacultura, a pesca e o turismo, mas também fornecerá dados relacionados com a visibilidade para prática de mergulho ou a qualidade das águas nas praias, que terão interesse para todos os cidadãos.

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste