Superada meta das 8.400 árvores plantadas em Loulé

Em 2018, a Câmara de Loulé voltou a superar o objetivo proposto na Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC) em termos de ampliação e reforço das manchas verdes no território, com a plantação de um total de 8.400 árvores.

Assim, no âmbito das atividades levadas a cabo no Dia Internacional das Florestas 2018, foram plantadas em escolas e espaços urbanos e rurais de todo o concelho mais de 400 espécies (sobreiros, alfarrobeiras, azinheiras, carvalhos-portugueses, loendros, alecrins, romãzeiras, alfazemas, entre outras). Neste dia, foram ainda distribuídos pela população 2.000 exemplares de espécies arbóreas e arbustivas, nas cidades de Loulé e Quarteira, que foram plantados pelos munícipes.

Já a 23 de novembro, em pleno Dia da Floresta Autóctone, o município deu continuidade à iniciativa “Operação Montanha Verde” promovida pelo Zoomarine, voltando a realizar uma mega ação de plantação de 5.500 árvores (sobreiros, azinheiras, medronheiros, carvalhos-portugueses e ciprestes), desta vez no “Cerro dos Fatos”, que reuniu 650 voluntários.

Refira-se ainda que, longo de todo o ano, a autarquia de Loulé investiu na colocação de espécies autóctones em diversos espaços verdes públicos, ultrapassando os 500 exemplares em 2018.

Recorde-se que, já em 2017, o presidente da autarquia, Vítor Aleixo, tinha anunciado, durante as comemorações do Dia Internacional das Florestas, que até ao final desse ano o município iria plantar 1 milhar de árvores no seu território. Esse intento seria superado largamente logo nesse ano, com um número superior a 7.000 árvores em 2017, e ainda mais em 2018, com a plantação de 8.400 exemplares.

Advertisements
Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste