Suspeito de atear fogo a mato seco em Tavira fica em prisão preventiva

O homem, indiciado por um crime de incêndio, foi ouvido esta segunda-feira

O Tribunal de Faro decretou a prisão preventiva para um homem detido no sábado, dia 25, por suspeita de ter ateado, por duas vezes, fogo a mato seco, no concelho de Tavira, anunciou esta terça-feira a Procuradoria de Faro.

De acordo com a página oficial da Procuradoria de Faro, no sábado, o homem, com 42 anos, “munido com um isqueiro, ateou fogo por duas vezes a mato seco junto à berma da Estrada Nacional 125, em Tavira, provocando um incêndio”.

“Quando o suspeito se preparava para lançar fogo pela terceira vez ao mato seco existente na berma da estrada, foi intercetado pela Guarda Nacional Republicana, que o deteve”, lê-se no texto.

O homem, indiciado por um crime de incêndio, foi ouvido na segunda-feira em primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Faro, tendo-lhe sido aplicada a prisão preventiva, medida de coação requerida pelo Ministério Público e a mais gravosa.

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

+ Populares

- Publicidade -castro-marim-santos
- Publicidade-spot_img

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste