Taxa turística e SNS são temas em debate nas Jornadas do Arade

Os desafios do presente e futuro de Portimão, Lagoa, Silves e Monchique vão estar em debate nas jornadas

Entre 8 e 10 de março, no museu municipal de Portimão, irá realizar-se a terceira edição das Jornadas do Arade. Em cima da mesa vão estar os desafios do presente e as projeções para o futuro dos quatro municípios que compõem a bacia do Arade – Portimão, Lagoa, Silves e Monchique.

“Este ano, iremos começar por dar voz aos mais jovens, convidando-os também à participação desta troca de ideias para a promoção do desenvolvimento local, em particular nas áreas da educação, património, emprego e desporto”, salienta a organização das III Jornadas do Arade, uma iniciativa da Teia D’Impulsos – Associação Social, Cultural e Desportiva.

Portimão, Capital Europeia do Desporto 2019, também não vai passar ao lado deste espaço de reflexão. Será, exatamente, com a promoção da prática desportiva à escala local e regional que será dado o ponto de partida ao programa científico das III Jornadas do Arade.

Outros temas na ordem da atualidade serão lançados ao debate ao longo dos dias 8 e 9 de março: a taxa turística, o património cultural, o Serviço Nacional de Saúde (SNS) no Algarve, os eventos culturais intermunicipais, a gestão e o reordenamento florestal, e muito mais.

Destaque para a noite de 8 de março, quando será reeditada a mesa-redonda com os quatro presidentes dos municípios da bacia do Arade, convidados a refletir sobre os caminhos enveredados e a enveredar para o desenvolvimento deste território – um debate que é já uma tradição nas Jornadas do Arade.

Finalizados os trabalhos, e integrado na programação da Cidade Europeia do Desporto, a manhã de dia 10 de março será dedicada às I Olimpíadas do Arade de Jogos Tradicionais. Do avô ao neto, toda a família está convidada a participar.

Advertisements

pub

 

Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste