Teatro das Figuras comemora 5 anos no dia 3 de julho com um convite especial ao público

O Teatro Municipal de Faro convida o seu público habitual, e todos aqueles que ainda não o tenham visitado, a experimentar a aventura de lá ir explorar a arte com os 5 sentidos abertos, neste dia em que comemora o seu 5º aniversário.

“O que pedimos ao público é que venha disponível, para ouvir uma música conhecida como se fosse a primeira vez, para perceber que o teatro tem um cheiro próprio, para fazer de conta que os olhos estão nas mãos e passar a “ver melhor” as formas que nos rodeiam ao “meter as mãos na massa”. Queremos que venham saborear connosco um bocado de Verão e descobrir que as coisas que vemos e ouvimos nos entram pela pele e pelo nariz, que os cheiros têm cor e a cor é mais forte quando se movimenta. Venham festejar 5 anos com os 5 sentidos bem abertos!”.

17h00 – Foyer do Teatro das Figuras
Exposição Lomográfica
A Rua é um Teatro Fora de Controlo
Colocámos nas mãos dos trabalhadores da FAGAR uma série de máquinas fotográficas através das quais deveriam captar a teatralidade que encontram nas ruas de Faro, que diariamente percorrem e mantêm limpas. O resultado é a exposição “A Rua é um Teatro Fora de Controlo” que inauguramos a 3 de Julho no foyer do Teatro das Figuras.

18h00 – Palco Teatro das Figuras
Ria Formosa Jazz Band
Com um repertório variado que vai do jazz clássico até ao funk, passando pelo latino, gospel, dixie e outros estilos, a Ria Formosa Jazz Band apresenta-se no palco do Teatro das Figuras em formato de café concerto, num convite para ouvir música a dançar, com uma surpresa de “abrir o apetite”.

Mercadinho de Verão
De que são feitas as histórias. De que histórias nos lembramos quando tocamos no que não vemos? E quando cheiramos? Será que os cheiros têm histórias? É o que queremos descobrir com o mercadinho de Verão que a Caminhos do Solstício nos vai trazer.

20H00 – ENANO | FREE ARTIST
Enano -Free Artist ; Palhaço de vida e profissão; apresenta o seu espectáculo internacional ‘Red Chocolate’; o seu palhaço é fresco, inovador, extrovertido, espontâneo, natural, com alta intensidade de improvisação; neste espectáculo mostra a importância de Ser e Estar no Aqui e Agora.

22H00 – Palco na rampa
Virgem Suta
A história dos Virgem Suta não é a história normal das bandas de hoje em dia. Não foram descobertos através do Myspace, não fizeram uso das auto-estradas da informação para conquistar os milhares de fãs com que poderíamos abrilhantar esta nota. Valeram-se de duas guitarras, da voz e da quase ‘ousadia’ de uma mão cheia de canções e, sem exageros líricos, as suas auto-estradas foram outras. […] Ah! É preciso dizer que os Virgem Suta residem em Beja. E aí o tempo, é relativo…

23H30 – Espaço C /Dj’s convidados

Advertisements

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar
Tamanho da Fonte
Contraste