Terras do Infante promovem congresso sobre o mar

As oportunidades, desafios e ameaças que pairam sobre o mar vão estar em destaque no I Congresso Intermunicipal das Terras do Infante, no dia 23 de março, em Lagos. As atividades económicas ligadas ao mar, o impacto económico e turístico da náutica de recreio, a economia do surf, o mar e o turismo do Algarve, assim como a poluição e a necessidade de conservar a biodiversidade marinha serão alguns dos temas em destaque neste evento

“Mar – oportunidades, desafios e ameaças” é o tema principal do primeiro congresso promovido pela Associação de Municípios Terras do Infante, que vai ter lugar, no próximo dia 23 de março, no Centro Cultural de Lagos. O evento vai contar com um leque de oradores que inclui investigadores, empresários, autarcas, ambientalistas e os responsáveis máximos do turismo algarvio. É ainda esperada a presença da ministra do Mar no final do congresso.

A associação – criada no ano de 2000 pelos municípios de Lagos, Aljezur e Vila do Bispo – quer desta forma promover uma análise, reflexão e debate sobre o património marítimo na região.

O programa tem início às 9h30, com intervenções da presidente da Associação das Terras do Infante e da Câmara de Lagos, Maria Joaquina Matos, assim como do reitor da Universidade do Algarve, Paulo Águas.

A partir das 10h00, começa o primeiro painel, dedicado ao tema “A economia do mar”, onde vão ser abordados os “Cem anos de indústria conserveira em Lagos”, por Francisco Castelo, da Câmara de Lagos.

Ainda neste painel, o administrador do Grupo Battaglia, Nuno Battaglia, vai falar sobre o seu projeto empresarial, a Congelagos, que se dedica à congelação de produtos de pesca e da aquicultura.

Por sua vez, Fernando Perna, da Universidade do Algarve, vai trazer ao debate “O impacto económico e turístico da náutica de recreio”, enquanto Paulo Carrasco, também da universidade algarvia, vai abordar o tema “A economia do surf”.

“O mar e o turismo do Algarve” é outra das temáticas que fazem parte do programa deste congresso e o orador será João Fernandes, o presidente da Região de Turismo do Algarve.

Ministra do Mar encerra congresso

Na parte da tarde, o segundo painel, dedicado ao tema “Mar – Ambiente, sustentabilidade e investigação”, arranca às 15h30 com Jorge Gonçalves, do Centro de Ciências do Mar (CCMAR) da Universidade do Algarve, a falar sobre “Conservação da biodiversidade marinha na Costa Vicentina”.

Segue-se “Mar de plástico e poluição”, por Maria João Bebianno, da Universidade do Algarve, e “Água e Oceanos”, por Carla Graça, vice-presidente da associação Zero.

Às 17h30, está ainda prevista uma homenagem ao professor Mário Ruivo e, às 18h00, o encerramento do I Congresso Intermunicipal das Terras do Infante será presidido pela ministra do Mar, Ana Paula Vitorino.

pub

 

 

pub

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste