tribunal de portimão
O julgamento decorre no Tribunal de Portimão
ALGARVE

Tribunal de Portimão começa a julgar 26 alegados traficantes de droga

O Tribunal de Portimão começou hoje a julgar 26 homens de várias nacionalidades acusados de pertencerem a um grupo organizado de tráfico de droga que operava entre Marrocos e o sul de Portugal desde 2018.

Dada a grande quantidade de arguidos, o julgamento está a decorrer no auditório municipal de Lagoa, estrutura que pode albergar os 26 arguidos, 14 advogados, o coletivo de juízes que está a julgar o caso e o procurador do Ministério Público.

Os factos remontam a fevereiro de 2020, quando a Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional República (GNR) deteve dez homens e apreendeu aproximadamente três toneladas de haxixe na praia do Alemão, em Portimão.

A manhã da primeira sessão do julgamento foi dedicada à identificação dos arguidos e à leitura da acusação do coletivo presidido por Stela Chan.

Segundo a acusação do Ministério Público (MO), o grupo atuava de forma organizada desde 2018, indo alegadamente buscar a droga a Marrocos em lanchas rápidas, trazida depois para a costa sul do país, onde era descarregada.

Posteriormente, o produto estupefaciente era armazenado em armazéns no Parchal e em Estombar, no concelho de Lagoa, distrito de Faro, sendo depois vendido, segundo o MP, a “um preço superior ao da sua aquisição”.

Dos 26 arguidos, nove encontram-se em prisão preventiva em vários estabelecimentos prisionais do país e 11 com obrigação de permanência na habitação, com vigilância eletrónica.

Ao final da manhã, questionados pelo coletivo sobre se prestavam declarações em tribunal, 12 dos arguidos manifestaram essa intenção, inquirições que deverão iniciar-se durante a tarde.

Na altura da detenção, em 03 de fevereiro de 2020, parte do grupo foi surpreendido e parado a tiro pelas autoridades policiais na praia, tendo os outros elementos sido detidos posteriormente, no decorrer da investigação.

O produto estupefaciente estava a ser transportado por uma embarcação, detetada pelos militares no âmbito de diligências de investigação e de ações de controlo da costa.

A sua detenção resultou de uma operação conjunta do Destacamento de Controlo Costeiro de Olhão da GNR e da Polícia Judiciária de Portimão.

JPC // MLS

Lusa/Fim

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste