ALGARVE

UAlg vai ter 1800 alunos estrangeiros de 80 nacionalidades este ano

A Universidade do Algarve regista uma retoma de estudantes estrangeiros, prevendo-se que neste ano letivo se aproximem dos 1800, com cerca de 80 nacionalidades, o que corresponderá a cerca de 20% do seu universo estudantil, anunciou a instituição.

Embora sem atingir os números anteriores à pandemia, e após uma quebra em 2020/21, a academia algarvia continua a ser a preferida de muito estudantes internacionais que escolhem a UAlg para realizar um ciclo completo de estudos ou um período de mobilidade, o que faz com que seja uma das universidades portuguesas com uma maior diversidade de países representados.

Atendendo a esta realidade, a UAlg tem estado a realizar, desde o início de setembro, várias atividades desportivas, turísticas e culturais para acolher os estudantes estrangeiros, facilitando a sua integração e um maior conhecimento da região algarvia. Nestas sessões de acolhimento estiveram presentes representantes da Reitoria, do Consulado Geral do Brasil em Faro, da Região de Turismo do Algarve, do Gabinete de Relações Internacionais e Mobilidade e do Núcleo de Estudantes Brasileiros.

Além do Brasil, o país com maior representatividade, a Universidade do Algarve, no âmbito da estratégia de internacionalização e alinhada com a política nacional, também tem apostado na captação de estudantes de outros países da América do Sul, como Equador, Peru, México, Colômbia, entre outros.

Para o reitor da UAlg, Paulo Águas, “os números alcançados resultam do trabalho que tem vindo a ser realizado na Academia nos últimos anos, o que se reflete nos vários rankings que integra e que a classificam como o melhor Instituição de Ensino Superior portuguesa no que diz respeito à projeção internacional”.

Outro fator muito importante é o aumento da oferta de mestrados Erasmus Mundus. Neste âmbito, recorde-se que desde a criação do primeiro Programa Erasmus Mundus (em 2004) a Ualg já marcou presença em 19 cursos Erasmus Mundus, seis dos quais como instituição coordenadora.

Em 2020 foram aprovados três novos mestrados Erasmus Mundus, sendo que a UAlg marca novamente presença nos três, em dois como entidade coordenadora (Erasmus Mundus Master in Chemical Innovation and Regulation e International Master in Applied Ecohydrology) e um como entidade parceira (International Master of Science in Marine Biological Resources IMBRSea).

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste