UGT repudia alargamento do horário de funcionamento de hipermercados

A UGT repudiou ontem a decisão de alargar o horário de funcionamento dos hipermercados por considerar que irá penalizar os trabalhadores do setor.

“A UGT manifesta a sua clara oposição à decisão, tomada hoje em Conselho de Ministros, de alargar o horário de funcionamento das grandes superfícies, permitindo a sua abertura aos domingos de tarde”, diz a central sindical, num comunicado de imprensa.

“Tal decisão é claramente negativa para os milhares de trabalhadores deste setor que já veem as suas condições de trabalho fortemente marcadas pela desregulação e pela precariedade”, acrescenta.

Para a UGT, o alargamento do horário dos hipermercados vai levar a uma maior desregulação dos horários de trabalho mas não terá efeitos positivos sobre o emprego, dado que “os empregos criados serão certamente inferiores aos destruídos no pequeno e médio comércio”.

A central sindical lamentou ainda que “o Governo tenha tomado esta decisão sem previamente ter realizado qualquer diálogo com os parceiros sociais”.

O decreto-lei que modifica os horários do comércio foi ontem aprovado, na generalidade, em Conselho de Ministros, mas, segundo o ministro da Economia, Vieira da Silva, ainda vai ser analisado pelos parceiros sociais.

pub

 

 

pub

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste