vacinação
Vacinação
COVID-19

Um total de 57% dos residentes no Algarve já tem a vacinação completa

Cerca de 57% dos residentes no Algarve já tem a vacinação completa, enquanto 68% da mesma população tem pelo menos uma dose da vacina anti-covid, de acordo com o último relatório de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Na última semana foram administradas no distrito de Faro 25.377 doses de vacina, num total de 508.249 doses já dadas desde o início da campanha de vacinação, em dezembro.

Os números algarvios não distam do todo nacional: um total de 57% da população residente em Portugal tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o mesmo relatório.

Ao todo, até domingo, 5,85 milhões de pessoas (57%) tinham concluído o esquema vacinal.

Segundo o relatório, publicado habitualmente todas as terças-feiras, 7,05 milhões de pessoas (69%) tomaram pelo menos uma dose.

Em Portugal, a campanha de vacinação contra a covid-19 iniciou-se em 27 de dezembro de 2020, sendo administradas atualmente as vacinas de dose única (Janssen) e de dose dupla (Pfizer/BioNTech, Moderna e AstraZeneca).

Comparativamente ao relatório precedente, numa semana o número de pessoas com a vacinação completa cresceu 5%, ao passo que com a primeira dose foi de 2%.

Os dados mais recentes da campanha de vacinação recuam até domingo, 01 de agosto, e abrangem a inoculação de pessoas a partir dos 16 anos.

Os jovens dos 16 aos 17 anos incluídos no relatório, nomeadamente com Trissomia 21, têm indicação para vacinação (com a vacina da Pfizer/BioNTech) ao abrigo de uma norma da DGS sobre grupos prioritários que foi atualizada em março de 2021.

As regiões do Alentejo e do Centro são as que continuam com o processo de vacinação mais avançado, respetivamente com 61% e 60% da população com o ciclo vacinal completo.

Em contrapartida, Lisboa e Vale do Tejo e o Norte, onde se concentra o aumento de novas infeções, têm menor percentagem da população com a vacinação concluída, respetivamente 55% e 56% das pessoas.

Contudo, as duas regiões, mais populosas, foram as que mais vacinaram na semana de 26 de julho a 01 de agosto: mais 200.697 pessoas no Norte e mais 196.152 pessoas em Lisboa e Vale do Tejo.

Por faixas etárias, a dos 25-49 anos foi a que avançou mais na vacinação na última semana, com 50% das pessoas (1,6 milhões) a terem o ciclo vacinal concluído, seguindo-se os jovens dos 18-24 anos, com 12% (90.620) com o esquema completo e 20% (157.703) com pelo menos uma dose administrada.

As pessoas mais velhas, que começaram a ser vacinadas mais cedo, estão entre as mais imunizadas, com 86% (50-64 anos) a 96% (65 anos em diante) com a vacinação completa.

O relatório contabiliza, ainda, entre os jovens dos 16 aos 17 anos abrangidos pela excecionalidade prevista na norma de março da DGS, 5.496 com a primeira dose da vacina Pfizer/BioNTech e 2.880 com a segunda e última dose.

Portugal recebeu 13,6 milhões de doses de vacinas e distribuiu 12,5 milhões.

No país, desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram 17.397 pessoas e foram registados 974.203 infetados, de acordo com o mais recente boletim da DGS.

A covid-19 é uma doença respiratória causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e que se disseminou rapidamente pelo mundo.

A variante Delta do vírus, mais contagiosa, prevalece acima dos 95% em todas as regiões portuguesas, sendo de 100% no Norte, no Algarve e na Madeira, segundo o Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste