Uma década de “Música de Pais para Filhos” no Algarve

Entrevista com o mentor do projeto, Paulo Cunha


As sessões de Música de pais para filhos completaram dez anos consecutivos de atividade. Um projeto concebido e implementado no Algarve com o intuito de promover atividades diferentes para pais e filhos interagirem ao mesmo tempo que inicia as crianças à música nas suas mais diferentes facetas e a permite vivenciar a música e os ritmos de forma livre e pessoal. O JA entrevistou o mentor do projeto, Paulo Cunha

Jornal do Algarve – Como surgiu o projeto?
Paulo Cunha – Quando fui pai e, naturalmente, comecei a estimular musicalmente o Miguel (o meu primeiro filho), cedo comecei a aperceber-me das potencialidades da música através das suas reações. Sendo professor de Educação Musical, senti necessidade de frequentar seminários e ações com especialistas de música para recém-nascidos. Posteriormente, desenvolvi o conceito “Música de Pais para Filhos”, convidei um grupo de colegas que entretanto foram tendo formação comigo e com outros músicos e daí ao primeiro concerto realizado no Algarve foi um passo.

JA – Como explica em que consistem estas sessões e quais os objetivos a quem não conhece o projeto?
PC – Consistem na interação plena entre (…)

JA/SCS
[Peça publicada na íntegra na edição papel do Jornal do Algarve de 10 de novembro de 2011]

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste