ALGARVE

União das Freguesias de Lagoa e Carvoeiro recupera sete poços

A União das Freguesias de Lagoa e Carvoeiro (UFLC) iniciou, na passada semana, a recuperação de sete poços naquele espaço territorial, anunciou a autarquia.

Em nota de Imprensa a União de Freguesias sublinha que a intervenção consiste na manutenção da estrutura e dos materiais originais, o que implica que, no caso dos poços que estão mais degradados, seja levado a cabo um trabalho quase completo de restauro.

No âmbito deste projeto também vão ser requalificadas as zonas envolventes, criando-se assim condições para que os poços possam ser visitados. 

O presidente da UFLC, Joaquim João, diz que “a ideia inicial, face ao orçamento desta autarquia era apenas criar o roteiro, recuperando os poços. Mas, entretanto, o Município de Lagoa também se envolveu na iniciativa e, graças a essa parceria, poderemos ter todas as zonas envolventes requalificadas”.

O objetivo final é a criação de um roteiro dos poços naquela parte do território do concelho de Lagoa. Cada um deles será identificado pelo nome e terá um pequeno texto sobre a sua história, para além de indicar a localização do poço seguinte.

Integram este programa os poços do Carmo, da Almargem, das Senhoras, Poço da Lapa, do Pocinho, das Alagoas e o Poço Partido.

“Este era um desejo antigo deste executivo, que vem de encontro à nossa forma de trabalhar que pretende sempre projetar a freguesia para o futuro mas homenageando o nosso passado, os nossos costumes e tradições”, adianta Joaquim João.

Por esta via, acrescenta, “pretende-se contribuir para a valorização do património e a preservação da história, dos costumes e das tradições locais”. Por outro lado, “é também uma forma de projetar o futuro e garantir mais uma atração turística para a freguesia e para o concelho”, conclui o autarca.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste