Universidade dá (ainda) mais projeção internacional ao Algarve

A Universidade do Algarve (UAlg) volta a integrar o ranking mundial das universidades. De acordo com os resultados disponibilizados pela “Times Higher Education” (THE), a universidade algarvia está situada entre as posições 801 e 1000 a nível mundial, sendo que a publicação considera que o ponto mais forte da academia algarvia é a sua projeção internacional, obtendo o melhor resultado nacional neste indicador (mais de 63 pontos em 100).

Só para dar uma ideia, o JORNAL do ALGARVE apurou que, no mesmo ranking mundial – que é liderado pela Universidade de Oxford (Reino Unido), seguida do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Estados Unidos) e da Universidade de Cambridge (Reino Unido) –, constam universidades norte-americanas, britânicas e chinesas no top 30 que têm menos projeção internacional do que a Universidade do Algarve.

A edição de 2020 deste ranking integra 1.396 universidades, de 92 países, e avalia as instituições de ensino superior ao nível do seu desempenho no ensino, na investigação, na transferência de conhecimento e na projeção internacional (docentes, estudantes e investigação).

A UAlg tem atualmente cerca de 8 mil alunos, 20% dos quais internacionais, oriundos de mais de 80 nacionalidades, onde se destacam os estudantes vindos do Brasil.

UAlg atinge melhor classificação nacional

Com 40 anos de existência, a academia algarvia surge assim pela segunda vez consecutiva no ranking do “Times Higher Education” (THE), que analisa o desempenho de instituições de ensino superior criadas há 50 anos ou menos. Entre as oito instituições de ensino superior portuguesas que integram este ranking internacional, a UAlg destacou-se, como referimos, no indicador que avalia a projeção internacional.

Este ano, a instituição também voltou a integrar a lista das melhores do mundo no “Shanghai Ranking’s Global Ranking of Academic Subjects 2019”, destacando-se como a melhor universidade portuguesa na área de “hospitalidade e gestão em turismo”. O ranking Shanghai selecionou as 300 melhores instituições de todo o mundo, colocando a UAlg no top 100, com a melhor classificação nacional nesta área, entre as posições 51-75, liderando o lote das quatro universidades portuguesas avaliadas.

Pela primeira vez, na posição 101-125, também aparece no ranking do “THE – Europe Teaching Rankings 2019”, que analisa o desempenho do ensino em instituições de ensino superior europeias.

A UAlg oferece mais de 170 cursos de formação inicial e pós-graduada, nas suas diversas áreas de formação: artes, comunicação e património; ciências sociais e da educação; ciências e tecnologias da saúde; ciências exatas e naturais; economia, gestão e turismo; engenharias e tecnologias.

Na semana passada, ficou também a saber-se que a Universidade do Algarve atingiu o número mais elevado de candidatos colocados na primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior dos últimos nove anos, com um crescimento superior à média nacional.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste