Utentes da EN125 e autarcas recebidos no Parlamento e no Tribunal de Contas

.

Uma comitiva que integra membros do Movimento de Cidadania Utentes da EN125 – Sotavento e autarcas de Castro Marim e de Vila Real de Santo António vão ser recebidos esta terça-feira na Assembleia da República e no Tribunal de Contas. Trata-se de mais uma ação pela requalificação do troço entre Olhão e Vila Real de Santo António da EN125, cujas obras continuam adiadas.

No Parlamento, onde serão recebidos às 11h30 pelo vice-presidente da Assembleia da República, Jorge Lacão, os utentes farão entrega das cerca de 6000 assinaturas da petição pública que exige o início imediato das obras.

À tarde, às 16h00, a comitiva desloca-se ao Tribunal de Contas para uma reunião promovida pelos autarcas. O objetivo é esclarecer o motivo do atraso das obras, já que o Governo continua a afirmar que os trabalhos ainda não se iniciaram porque falta um visto, precisamente, do Tribunal de Contas.

“Queremos saber se, efetivamente, o problema reside no Tribunal de Contas, ou se não passa de uma manobra de sacudir a água do capote por parte de quem tem e teve responsabilidades na matéria”, explica aquele movimento de cidadãos.

“Continuamos firmes e convictos nas nossas posições, não andamos de olhos fechados, sabemos que expressões como ‘A culpa é deles’, ‘Nós não tivemos culpa no caso’ ou ‘Não tivemos alternativa, pois deixaram-nos uma herança e um imbróglio jurídico para resolver’, só prejudicam, ainda mais, a imagem de quem o diz e, principalmente, a estagnação da requalificação da EN125, no Sotavento”, acrescenta aquele movimento.

Os utentes voltam, ainda, a pedir a todos os algarvios, políticos e não políticos, para que “dispam a camisola partidária, sem medo” para que a região fale a uma só voz.

No próximo dia 16, às 18h00, na Biblioteca Municipal Vicente Campinas, em Vila Real de Santo António, decorrerá a tertúlia “EN125 – O calvário, o perigo e o esquecimento”, promovida pelo Jornal do Baixo Guadiana e que contará com a presença de utentes da EN125 e de vários responsáveis políticos.

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste