Via do Infante: algarvios isentos, turistas a pagar

Governo assumiu hoje que todos os residentes e empresas com sede no Algarve ficarão isentos de pagamento na A22, SCUT conhecida por Via do Infante. Obras na EN125 vão arrancar em agosto.

A introdução de portagens nas SCUT é certa, diz o Governo, mas o Executivo insiste em criar exceções e o Algarve vai ser uma delas. A garantia foi dada esta manhã pelo secretário de Estado das Obras Públicas e Transportes, Paulo Campos, à margem da inauguração de uma nova variante Norte, em Loulé.

“O Governo sempre disse que relativamente à introdução de portagens no Algarve, essa introdução só seria feita quando estivessem reunidas um conjunto de premissas, portanto estamos a avaliar esses contextos por forma a poder anunciar o que são as decisões em relação ao Algarve”, começou por dizer o responsável político.

“No entanto, se a decisão de introdução de portagens passar por ser antes daquela que estava prevista, será sempre garantida a isenção para aqueles que trabalham e vivem no Algarve, porque dessa forma asseguraremos o requisito que consideramos fundamental que é a discriminação dos habitantes desta região”, acrescentou.
Governo não se compromete com calendário

Paulo Campos afirmou ainda que, tal como o Governo já tinha anunciado, o processo legislativo sobre a introdução de portagens nas SCUT ainda está em curso, pelo que não quis comprometer-se com datas nem especificou se as portagens serão cobradas ainda este ano, isto apesar de o ministro António Mendonça já ter garantido que tal acontecerá.

Assim como no Norte, no Algarve a questão da introdução de portagens na Via do Infante tem gerado acesa polémica e forte oposição, inclusive por parte de alguns autarcas socialistas e deputados do PS, eleitos pelo círculo de Faro.

Um deles, Miguel Freitas, líder da Federação do PS no Algarve, adiantou ao Expresso: “Há uma coisa que parece clara. Com o PSD todos pagavam, com o PS, com esta decisão os residentes ficam isentos e as empresas com sede na região também. O processo está em negociação, mas já alguma coisa se ganhou em todo o processo negocial”, disse.

À margem da inauguração da Variante Norte de Loulé, o secretário de Estado anunciou ainda que as obras de requalificação da EN125, após o visto esta semana do Tribunal de Contas à concessão Algarve Litoral, irá avançar nas variantes previstas já em agosto e na requalificação da EN125 propriamente dita, durante o mês de setembro.

REDE EXPRESSO

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste