ALGARVE CIÊNCIA CIÊNCIA & TECNOLOGIA

Vilamoura volta a receber cardiologistas portugueses em congresso

.
[mobileonly] [/mobileonly]

O 14.º Congresso Português de Hipertensão e Risco Cardiovascular Global (RCVG), da responsabilidade da Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH), realiza-se entre hoje (dia 6) e domingo (dia 9), no Hotel Tivoli Marina Vilamoura, no Algarve e tem como um dos focos principais o papel das sociedades científicas na medicina do futuro, sentando à mesma mesa sociedades congéneres que têm como tema de destaque a doença cardiovascular.
Trata-se de um congresso que se realiza habitualmente naquele hotel, com um vasto programa científico, cultural e social naquela zona do Algarve.
Nos quatro dias de Congresso haverá oportunidade, entre outras, para uma importante sessão com a Medicina Geral e Familiar onde se pretende discutir casos clínicos práticos e retirar as respetivas ilações, assim como, identificar lacunas de conhecimento nas recomendações internacionais. Os novos aspetos na prevenção do acidente vascular cerebral, cujo principal fator de risco é a hipertensão arterial, vão estar igualmente em destaque durante o evento.
Os congressistas vão ter ainda possibilidade de assistir a Comunicações orais e posters (ciência
básica e investigação clínica), em cerca de 100 trabalhos que vão ser apresentados. Haverá
Formação pós graduada, para Internos de especialidade, sobretudo de Medicina Geral e Familiar
e Medicina Interna mas também de Nefrologia, Cardiologia, Endocrinologia e Neurologia ou
mesmo outros profissionais de saúde (técnicos ou enfermeiros) – insuficiência renal crónica;
insuficiência cardíaca; doença dos grandes vasos; disfunção eréctil e ainda sessões organizadas
pelo núcleo de internos da SPH, Hipertensão Arterial (HTA) em crianças e adolescentes, HTA na
gravidez e HTA no idoso.
O Congresso tem um cariz internacional, com sessões conjuntas com a Sociedade Europeia de
Hipertensão, com a Sociedade Brasileira de Cardiologia e com a Sociedade Húngara de
Hipertensão e com convidados estrangeiros, peritos em diferentes áreas como epidemiologia,
por exemplo, abordando os resultados preliminares do May Measurement Month, rastreio
mundial de hipertensão de 2019 e como reduzir a carga global de doença cardiovascular. O
Professor Giuseppe Mancia, um dos líderes mundiais na área da hipertensão arterial, marcará
presença com o tema “os futuros desafios da investigação”.
Entre os diversos temas abordados, destaque para ‘Associação entre diabetes e hipertensão e
como os novos medicamentos usados na diabetes podem reduzir de forma relevante o risco de
acidentes vasculares fatais e não fatais’; ‘Pontos de contacto entre a doença cardiovascular
mediada pela hipertensão e doença oncológica’.
O evento culmina com uma Conferência de encerramento dedicada à relação conflituosa ou de
complementaridade entre a medicina personalizada e o risco vascular.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: