Violência doméstica: Município vila-realense fez um minuto de silêncio

A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António e todos os seus funcionários, fizeram ontem, de manhã, junto ao edifício camarário, um minuto de silêncio contra a violência doméstica. 

Na base desta iniciativa está a frequência com que este tipo de
crimes vem acontecendo no nosso país e o assassinato, nesse mesmo dia, de Sónia
Ribeiro, natural e residente no concelho.

Para além do minuto de silêncio, também a bandeira do município foi
colocada a meia-haste.

 Em protesto contra
qualquer tipo de violência contra mulheres, doméstica ou de género, a autarquia
apela – em nota de imprensa – à constante sensibilização para esta causa que –
diz –  é um problema de todos e ao qual não
podemos ficar indiferentes.

«Temos a responsabilidade de proteger as nossas mulheres, de
educar os nossos filhos no respeito pelos outros e de ensinar que o amor é para
ser vivido como algo que nos faz bem e não que nos destrói», afirmou a
presidente da edilidade, Conceição Cabrita.

g

pub

 

 

 

pub

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste