Vítor Guerreiro garante que continua a insistir numa solução para o CMR Sul

.

Depois de ter sido acusado de “passividade” pelo PSD local, o presidente da Câmara Municipa de S. Brás de Alportel, Vítor Guerreiro, garantiu que aproveitou a visita do ministro da Saúde ao Algarve, na passada sexta-feira, para exigir, mais uma vez, uma “solução urgente” de gestão para o Centro de Medicina Física e Reabilitação do Sul (CMR Sul).

O autarca explicou que reuniu várias vezes com o presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve, para acompanhar de perto a evolução no funcionamento daquela uniudade, desde que o CMR Sul passou para a gestão da ARS, na sequência da recusa de visto prévio do Tribunal de Contas à adenda ao contrato com a GPSaúde, sociedade gestora do Centro de Medicina e Reabilitação do Sul, em novembro de 2013.

“Em 2014 os contactos prosseguiram com o ministro da Saúde, no âmbito de uma deslocação dos autarcas algarvios a este ministério, onde foi questionado uma vez mais sobre o lançamento do concurso público internacional para uma nova parceria público-privada, solução entretanto apontada pelo anterior governo”, subblinhou Vítor Guerreiro.

O edil explicou ainda, no âmbito da recente deslocação do atual ministro da Saúde à região, entregou em mão um documento resumo onde apresenta as suas preocupações com o CMR Sul, incluindo cópia de ofício remetido no passado mês de fevereiro. Naquele documento, Vítor Guerreiro tinha questionado o governo se já haviam sido “identificadas as melhores alternativas para promover o funcionamento em pleno e em qualidade, que aliás sempre se manteve, desta unidade de saúde e quais os previsíveis prazos para a respetiva concretização”.

O autarca, que é presidente do Conselho da Comunidade do Agrupamento de Centros de Saúde da Zona Central do Algarve, conta ainda que transmitiu “as preocupações sentidas nas estruturas de saúde locais”, depois de ter reunido com os responsáveis pela direção do Agrupamento de Centros de Saúde, bem como com os dirigentes das Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados e Cuidados na Comunidade do Centro de Saúde de São Brás e efetuado o ponto de situação com outras unidades de saúde dos concelhos de Albufeira, Faro, Loulé e Olhão.

“Perante o exposto, o ministro da Saúde garantiu que o modelo de gestão a ser adotado para o Centro de Medicina e Reabilitação do Sul seria aquele que, ouvidos os autarcas, melhor servisse a região”, revelou o autarca são-brasense.

- Publicidade -

.

.

.

.

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_img

+ Populares

- Publicidade -festa-da-espiga

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste