COVID-19

VRSA: Protestos forçam vacinação em dia feriado, mas com atraso

Fila à porta do centro de vacinação de VRSA em dia feriado
Fila à porta do centro de vacinação de VRSA em dia feriado

Cerca de duas dezenas de pessoas que tinham feito o autoagendamento para serem vacinadas hoje no centro de vacinação municipal de Vila Real de Santo António bateram, literalmente, “com o nariz na porta” ao depararem-se esta manhã com aquele centro fechado, devido ao feriado municipal que hoje se cumpre na cidade.

O encerramento provocou uma onda de indignação entre os utentes que foram chegado ao centro, instalado no pavilhão municipal de VRSA, tanto mais que, no dia de quarta-feira, o autoagendamento foi permitido para este Dia da Cidade e, quarta.feira, as pessoas foram informadas telefonicamente que os serviços abririam esta manhã no horário normal.

Utentes esta manhã “barrados” à porta do centro de vacinação de VRSA

Avisados de que não haveria cancelamento das inoculações, os utentes foram indagando o que se passava, sendo surpreendidos pela chegada de uma funcionária administrativa que os informou que o centro não iria abrir.

Face aos protestos, os responsáveis voltaram atrás na decisão de não vacinar e o centro acabaria por abrir com mais de uma hora de atraso, depois das 10:00, atendendo os muitos utentes que entretanto foram formando fila à porta do pavilhão.

Já depois da abertura, um dos utentes reaçou ao JA o profissionalismo dos enfermeiros e demais funcionários, que tudo fizeram para remediar a situação e foram trabalhar, mesmo estando de folga.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste