ALGARVE ÚLTIMAS

VRSA: Rua com nome de figura ligada ao antigo regime gera polémica

.

.

A CDU de Vila Real de Santo António mostrou-se indignada com o facto da sua proposta de alterar o nome da Avenida Engenheiro Sebastião Ramires para “Avenida das Operárias Conserveiras” ter sido chumbada na última reunião de Câmara, realizada na terça-feira.

Os quatro vereadores do PSD abstiveram-se, mas os dois votos contra do PS inviabilizaram a alteração já que a proposta contou apenas com um voto a favor (o do vereador da CDU).

“Com a decisão de nomear todas as ruas, a Câmara foi resgatar a atribuição do nome desta relevante figura do regime fascista, destacado dirigente da União Nacional e da Legião Portuguesa”, explicam os comunistas, acrescentando que Sebastião Ramires “foi também ministro, tendo visitado nessa qualidade a Alemanha nazi em 1935”.

O nome da artéria tinha sido atribuído em 1972, mas os moradores têm utilizado, desde sempre, a denominação Estrada Municipal 511 – Sítio do Lazareto. “Se assim não fosse, certamente teria sido alterado, na sequência da Revolução de Abril”, consideram os comunistas.

Ao propor o nome de ‘Avenida das Operárias Conserveiras’, a CDU “pretende homenagear as grandes protagonistas da indústria conserveira, essas heroínas que marcaram a história da cidade ao longo de décadas e cujo justo reconhecimento era para o PSD indiferente e para o PS injustificado”, explica aquela força política.

Ao mesmo tempo, os comunistas garantem que não vão desistir do seu propósito: “Impediram para já, mas não impediram para sempre. A CDU vai continuar a fazer tudo o que estiver ao seu alcance, nomeadamente na Comissão de Toponímia, para que na nossa terra não se agracie um fascista e, acreditamos, ter o apoio de todos os democratas e antifascistas vila-realenses”, asseguram.

Advertisements

Assine já com 10% de desconto. Cupão: CPNOVO Ignorar

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: