VRSA: Sessão da Assembleia Municipal cancelada devido a protestos contra parquímetros

O protesto juntou mais de duas centenas de pessoas

A sessão da Assembleia Municipal de Vila Real de Santo António, marcada para a noite de ontem na biblioteca municipal, teve que ser adiada para a próxima segunda-feira, devido aos protestos contra a colocação de parquímetros na cidade.

A ação de protesto juntou mais de duas centenas de pessoas que gritavam frases como “Não pagamos!” ou “O povo unido jamais será vencido”. A assembleia, que estava marcada para as 21h30, começou por ser interrompida por um período de 15 minutos, na esperança de que os ânimos acalmassem, mas seria mesmo adiada por falta de condições.

O protesto juntou residentes da zona que passará a ser paga e da periferia, bem como comerciantes do centro da cidade e pessoas que residem fora da localidade e, inclusivamente, do concelho, mas cujo local de trabalho é o centro da cidade.

“Moro na zona imediatamente a seguir à zona paga. Se agora já é difícil estacionar, imaginem daqui para a frente. Não sou cidadã de segunda e também quero estacionar”, dizia uma vila-realense, referindo-se ao facto de a sua zona de residência passar a ser ocupada por viaturas cujos proprietários querem fugir à zona paga e por haver isenções para quem reside no centro da cidade.

“Há milhares de pessoas que vão ser penalizadas. Quando paguei o meu apartamento também contribui para o estacionamento público. Para não sermos discriminados têm que nos compensar. Tirem-nos o IMI, por exemplo.”, dizia outra moradora, na mesma situação.

Muitos comerciantes, por seu turno, temem que o estacionamento pago afaste os clientes dos seus estabelecimentos e do centro da cidade.

- Publicidade -

“Antes, as pessoas estacionavam, passeavam sem se preocupar, almoçavam, faziam compras… agora, com o pagamento, não sei como vai ser. Certamente já não estarão tanto tempo”, referia uma comerciante com loja do centro da cidade.

Outros comerciantes diziam que tinham sido apanhados de surpresa: “Pensávamos que não eram tantas ruas. Houve falta de informação e a informação distribuída não era a correta”.

Mas também houve pessoas que residem fora da cidade que se juntaram aos protestos: “Trabalho numa loja no centro. Agora onde é que estaciono? Tenho que pagar para vir trabalhar? Tenho que deixar o carro a um quilómetro?”, questionava a funcionária de uma loja.

A assembleia foi adiada para segunda-feira, em local deverá ser anunciado ainda durante o dia de hoje. Uma das hipóteses é a sala de espetáculos do Glória FC. “A assembleia foi adiada para segunda-feira, em local onde as pessoas possam entrar e sentar-se, de forma da permitir condições para a sua realização”, explicou o presidente da Assembleia Municipal, José Carlos Barros.

Domingos Viegas

.

.

.

.

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_imgspot_img

+ Populares

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -santos-populares-portimao

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste