VRSA: Subida do IMI e mais cortes na despesa da Câmara em 2019

Conceição Cabrita explicou que “é preciso baixar a despesa e aumentar a receita” e que o executivo “está a trabalhar diariamente” para ultrapassar “esta situação” financeira

DOMINGOS VIEGAS

A presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, a social democrata Conceição Cabrita, confirmou esta semana, durante a assembleia municipal extraordinária, que o IMI (imposto municipal sobre imóveis) vai sofrer um agravamento em 2019 no concelho, passando de 0,45% para 0,5%.

Recorde-se que o governo de António Costa baixou a taxa máxima para 0,45% no ano passado, porém, existe uma situação de exceção (os referidos 0,5%), para os municípios que recorreram a programas de assistência financeira, entre os quais o Programa de Apoio à Economia Local (PAEL) e o Fundo de Apoio Municipal (FAM), como é o caso de Vila Real de Santo António.

Durante a referida assembleia, marcada pelo PS para debater a situação financeira do município, Conceição Cabrita reafirmou, ainda, a intenção de avançar com a cobrança da taxa turística e, na linha do que já tinha sido revelado este verão, confirmou, ainda, a redução do número de horas extraordinárias, dos gastos com eventos, contratos, telecomunicações, transportes, entre outros. Os apoios sociais “vão manter-se, mas serão mais regrados”, explicou.

“Estamos a trabalhar diariamente para ultrapassar esta situação [financeira]. Sabemos que é preciso baixar a despesa e aumentar a receita”, assegurou a autarca, mostrando-se confiante em relação ao futuro: “Daqui a um ano espero ter já outro tipo de discurso”.

A presidente da autarquia revelou, ainda, que a Câmara “está quase” a receber a quarta tranche do FAM, que o executivo está a preparar o orçamento para 2019, o qual poderá ser apresentado até dezembro, e que já concluiu a revisão do PDM (Plano Diretor Municipal), que está a ser analisada na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve.

Advertisements
Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste