Yuan bate novo record

O yuan atingiu a maior cotação face ao dólar hoje, um dia depois das renovadas pressões dos Estados Unidos e outros países membros do G-20 a favor da apreciação da moeda chinesa.

Segundo a cotação do Banco Central chinês, um dólar valia hoje 6,7890 yuan, o valor mais baixo dos últimos cinco anos, contra 6,7896 na sexta-feira passada.

Nos últimos dois anos, o yuan esteve praticamente indexado ao dólar norte-americano, o que os Estados Unidos e a União Europeia, os principais mercados da China, consideravam uma sub-avaliação artificial.

Um dólar norte-americano valia então 6,8275 yuan.

Há uma semana, a China anunciou uma maior flexibilidade das taxas de cambio, uma medida saudada pelos seus parceiros comerciais.

Mas a variação tem sido considerada muito aquém das expetativas e peritos chineses citados na imprensa salientam que uma eventual apreciação do yuan será sempre “gradual” e não deverá exceder os 3 por cento ao ano.

“A minha expetativa é que eles vão ser sérios acerca da política que eles próprios anunciaram”, disse o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, após a Cimeira do G-20, realizada no fim de semana em Toronto.

AC.

JA/Lusa

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste