POLÍTICA ÚLTIMAS

Paulo Sá questiona Governo sobre futuro hotel de Monte Gordo

Paulo Sá (PCP)
.

O deputado comunista Paulo Sá, eleito pelo Algarve, questionou esta semana o ministro do Ambiente acerca do novo hotel que está projetado para a praia de Monte Gordo e cuja obra aguarda apenas autorização da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) para avançar.

Paulo Sá quer saber qual a posição do Governo, tendo em conta que “ainda recentemente mandou demolir pequenas habitações na Ilha da Culatra”, por estas se encontrarem demasiado perto da linha de água. “Aplica o Governo o mesmo critério quando se trata de empreendimentos turísticos de luxo?”, questionou o deputado.

Recentemente, a associação Almargem já tinha contestado a construção da unidade hoteleira naquele local (atual zona com campos de ténis e parque de estacionamento, a poente de Monte Gordo), uma área integrada numa faixa de 7 hectares que tinha sido desafectada do Domínio Público Marítimo em 2010, “na altura com alegada intenção de construir apenas um parque de estacionamento e outros equipamentos sociais”.

“Ao arrepio do que está previsto no PDM, no Plano de Pormenor e no próprio processo de intenções associado à alienação do Domínio Público, o executivo municipal quer agora permitir a construção de um hotel praticamente dentro da praia e em cima da área tradicionalmente utilizada pelos pescadores e mariscadores de Monte Gordo, em vez de utilizar para esse efeito espaços disponíveis na actual malha urbana”, considerou a Almargem, recordando que a situação já provocou a apresentação de uma providência cautelar por parte de residentes locais.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste