ECONOMIA

AHRESP quer que alojamento local possa ser destinado a outros usos

A Associação dos Hotéis e Restaurantes de Portugal (AHRESP) defendeu este sábado que o Alojamento Local possa destinar unidades a outros usos, devido à crise no setor, e não sejam apenas os empreendimentos turísticos a ter aquela prorrogativa.  

A associação recorda que o Decreto-Lei nº 99/2020, de 22 de novembro, veio prever, de forma excecional e temporária, e mediante comunicação ao Turismo de Portugal, a possibilidade de afetação de Empreendimentos Turísticos a novos usos considerados compatíveis com a normal atividade turística.

“Esta possibilidade foi dada apenas aos Empreendimentos Turísticos, deixando de fora o Alojamento Local, facto que a AHRESP lamenta e razão pela qual se pede revisão urgente”, afirma, em comunicado.

Sublinha que esta crise tem atingido todas as formas de alojamento turístico por igual, e qualquer medida legislativa destinada a suportar a atividade neste momento de quebra histórica de faturação, deve ser transversal por forma a não promover uma discriminação negativa sobre uns agentes em detrimento de outros.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste